Pravda.ru

Federação Russa

Novo caça russo da quinta geração concorre com americano F-35

23.01.2007
 
Novo caça russo da quinta geração concorre com americano F-35

O ministro da Defesa russo Serguei Ivanov chegou ontem (22) à Índia . A visita de Ivanov antecede a do presidente da Rússia, Vladimir Putin, que irá ao pais na quinta-feira como convidado de honra no Dia da República, celebrado em 26 de janeiro.

No âmbito da visita do ministro da Defesa as Partes combinaram que assinarão "em breve" acordos para a fabricação conjunta de um caça de quinta geração segundo o projeto de companhia  Sukhoi e de um avião de transporte em cooperação com empresa Irkut, anunciou o chefe do Departamento de Cooperação Militar Internacional do Ministério da Defesa russo, general Anatoly Mazurkevich.

"Superamos todas as barreiras que nos impediam de promover a cooperação neste setor e em breve será assinado o documento que dará sinal verde aos trabalhos para fabricação de um caça de quinta geração", afirmou o general  e anunciou sua exibição  em 2009. Os EUA  já investiram 18 bilhões de dólares no projeto da sua caça  da quinta geração, F-35, que será  o concorrente principal do  novo avião russo.

 Mazurkevich antecipou que na agenda da reunião da comissão intergovernamental russo-indiana está a "modernização do míssil de cruzeiro supersônico Brahmos", fabricado por um consórcio indo-russo desde 1998. A idéia é adaptar este tipo de míssil para os aviões e também para ser utilizado pelas tropas em terra.

No final de dezembro fontes militares da Índia demonstraram interesse na aquisição de 300 carros de combate russos T-90, no que poderia ser a terceira compra nos últimos anos deste tipo de veículo. O contrato seria de US$ 900 milhões.E

Em 2002, a Índia comprou 140 carros de combate T-90 mediante a assinatura de um contrato que incluía a fabricação, em território indiano com licença russa, de outros 186 blindados desse modelo.


Atualmente, 70% do armamento das Forças Armadas da Índia é de fabricação russa, e os dois países realizam projetos conjuntos de desenvolvimento armamentístico em vários campos.A Índia é, junto com a China, um dos principais compradores de armamento russo e, em 2005, ocupou o primeiro lugar na lista de clientes da Rússia, com importações de US$ 5,4 bilhões.

A Rússia e a Índia vão assinar ainda um contrato nesta semana para a construção de mais reatores nucleares em território indiano, disse na segunda-feira o ministro da Defesa russo, Sergei Ivanov, segundo a agência de notícias Interfax.

Ivanov explicou que a Rússia vai construir reatores adicionais na usina nuclear de Kudankulam, no Estado indiano de Tamil Nadu, além de outros em locais diferentes na Índia.

"Um acordo entre os governos russo e indiano está sendo preparado para a construção na usina nuclear de Kudankulam de reatores adicionais e também a construção de estações atômicas em novos locais na Índia", disse Ivanov em Bangalore, de acordo com a Interfax.

A Rússia já está construindo dois reatores em Kudankulam.


Loading. Please wait...

Fotos popular