Pravda.ru

Federação Russa

Terceiro assassinato de banqueiro russo por dois meses

22.11.2006
 
Terceiro assassinato de banqueiro russo por dois meses

O co-proprietário do banco privado "SpetssetstroiBank", Konstantín Mesheriakov, foi assassinado ontem a tiros , perto de sua residência em Moscou, informaram fontes da Polícia local. O banqueiro levou dois tiros nas costas e um de controle na cabeça.

O banqueiro foi baleado quando estava no pátio de sua casa, por volta das 22h (17h de Brasília), indicou a fonte à agência "Interfax".

“O homicídio do banqueiro é  resultado da criminalização da sociedade e do trabalho insuficiente dos serviços de segurança,  disse o presidente da Associação dos Bancos da Rússia, Gareguin Tosunian , a RIA-Novosti.

Respondendo a questão se os próprios bancos participariam nas atividades ilegais , Tosunian disse : “Qualquer empresa funciona  através de um banco é negocia com várias companhias.”

“  O  banco não pode cancelar  a conta bancária  de alguma companhia sob suspeita de ser envolvida nas operações ilegais”, constatou Tosunian. Ele acrescentou que a Duma( câmara baixa do Parlamento russo) examina atualmente o projeto lei para resolver este problema.

 Entretanto o assassinato de ontem é o terceiro ocorrido na Rússia em dois meses deste ano .


Em 13 de setembro, o vice-presidente do Banco Central da Rússia, Andrei Kozlov, ficou gravemente ferido após receber vários tiros de desconhecidos, e morreu no dia seguinte no hospital.


Nos últimos meses, as autoridades do Banco Central russo endureceram a luta contra as entidades bancárias envolvidas em atividades ilícitas.

 
Além disso, o banqueiro Alexandr Plokhin, gerente de uma filial do banco russo Vneshtorgbank-24, também foi assassinado a tiros em 11 de outubro, em um edifício residencial no sudoeste de Moscou.


Loading. Please wait...

Fotos popular