Pravda.ru

Federação Russa

Putin decretou o monopólio do Estado ao comércio de armamento

22.01.2007
 
Putin decretou o monopólio do Estado ao comércio de armamento

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto que dá à empresa estatal Rosoboronexport o monopólio sobre exportações de armamento e equipamentos militares, informou hoje a agência de notícias "Interfax".

A disposição presidencial afirma que as empresas do país que estavam facultadas para exportar material bélico poderão cumprir todos os contratos que tenham assinado anteriormente ao decreto.

As empresas que tinham recebido autorizações provisórias para prestações de serviços e exportação de peças de substituição poderão continuar com suas operações de comércio exterior até que expire a vigência das mesmas. Estas autorizações poderão ser expedidas novamente por decisão do chefe de Estado.

Segundo a "Interfax", o decreto de Putin inclui "medidas especiais que garantem o financiamento para a projeção e o financiamento de novos armamentos e equipamentos militares".

Em 2006, a Rússia exportou armamentos e equipamentos militares no valor de US$ 6 bilhões, dos quais 82% corresponderam à Rosoboronexport.

A empresa estatal está submetida a um regime de sanções imposto pelos Estados Unidos devido a suas exportações de armamento ao Irã e à Síria.

Segundo as autoridades russas, as sanções americanas, que afetam outras três companhias do país, não representam uma ameaça, pois as empresas militares russas não comerciam diretamente com os Estados Unidos.

A empresas que perderam o acesso direto ao mercado internacional são a aeronáutica Mig, fabricante de aviões de combate, as construtoras de maquinaria de Reutovo e Kolomna e a fábrica de instrumentos de Tula.

 EFE


Loading. Please wait...

Fotos popular