Pravda.ru

Federação Russa

Era Brejnev: Tempos de bem estar mas voltar lá não queremos

19.12.2006
 
Era Brejnev: Tempos de bem estar mas voltar lá não queremos

Nesta terça –feira "toda a Humanidade progressista" (como se dizia nos anos 80 do séc. XX) celebra o centenário do nascimento de Leonid Brejnev, Secretário-Geral do Partido Comunista da União Soviética e Presidente do Presidium do Soviete Supremo da URSS, Leonid Ilhich Brejnev .

 Leonid Illitch Brejnev foi o comandante supremo da URSS entre os anos de 1964 e 1982 e assumiu o posto de secretário-geral do Partido Comunista após o turbulento período de Nikita Kruschev. Durante seu governo, o país começou a demonstrar os primeiros sinais de estagnação econômica e de redução na qualidade de vida da população. Não estava acontecendo nada em economia. A Rússia estava afundando numa mediocridade progressiva.

 Entretanto  hoje a maioria dos russos considera a Era Brejnev ( 1964-1982) «tempos de bem estar», segundo uma sondagem divulgada Pela Fundação Opinião Pública  da Rússia.

61% dos inquéritos fizeram uma avaliação positiva daquela época e apenas 17% a recordam como «negativa». E entre pessoas com idades entre 36 e 54 anos, a avaliação positiva sobe para 75%.

Mesmo entre os jovens russos (até aos 35 anos), 35 por cento dão uma nota positiva a esse período do regime comunista, enquanto 20% o consideram negativo.

Quanto ao papel desempenhado pelo antigo 50% consideram-no positivo, enquanto que 16% têm opinião contrária.

Contudo, 42% respondem negativamente à pergunta: «Gostaria de fazer regressar o país ao período histórico em que ele foi dirigido por Brejnev, com todos os aspectos e particularidades distintivas da vida desse período?», e 36% mostraram-se dispostos a entrar na «máquina do tempo».

Segundo este estudo, a maioria dos saudosistas da «época de Brejnev» vive na província russa.

O centenário do nascimento de Leonid Brejnev, que se assinala a 19 de Novembro na Ucrânia (onde nasceu) e na Rússia (onde governou), está a ser marcado pela publicação de numerosos artigos e filmes documentários sobre a vida e a obra desse dirigente comunista.

Por um lado, sublinha-se que, nessa época, a URSS atingiu o auge do seu poderio a nível global, conseguiu a paridade militar com os Estados Unidos, e a supremacia no desbravamento do Espaço.

Por outro lado, chama-se a atenção para o facto de Brejnev não ter sabido utilizar esses factores, bem como as divisas ganhas com a exportação de petróleo soviético nos anos 70 do séc. XX, para dar um grande salto na modernização da economia e indústria soviéticas.

«Os tempos de Brejnev foram a idade do ouro se não de toda a história russa, pelo menos do seu período soviético» - considera Vitali Tretiakov, redactor principal do semanário Moskovskie Novosti.

Tretiakov assinala, no entanto, que «ele não foi capaz de fazer avançar bruscamente o país ou de fazer uma manobra civilizacional e ideológica brusca, nem de voltar para trás».

 Diário Digital


Loading. Please wait...

Fotos popular