Pravda.ru

Federação Russa

Rússia participará na criação de um cartel de gás em abril

19.03.2007
 
Rússia participará na criação de um cartel de gás em abril

 Rússia, Irã, Venezuela, Argélia e  Catar,  fundarão em 9 de abril em Doha, capital do Catar, a "Opep do Gás".

"As principais consultas são conduzidas não por executivos, mas por políticos, até mesmo em nível de Ministério de Assuntos Exteriores", assegurou um diplomata árabe, segundo a edição de hoje do jornal "Kommersant".

A nova organização, à semelhança da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), será criada por maiores exportadores de gás. A cerimônia ocorreria em paralelo à reunião do Fórum de Países Exportadores de Gás, organização que garante a estabilidade do fornecimento desde sua criação, em 2001.

O fórum, cujos membros possuem mais de 70% das reservas mundiais de gás, é considerado uma organização vazia de conteúdo, segundo os analistas do jornal.

O líder supremo da República Islâmica do Irã, aiatolá Ali Khamenei, propôs em janeiro ao secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Igor Ivanov, a criação de uma nova organização para coordenar os preços do gás no mercado internacional.

Durante sua conferência anual no Kremlin, o presidente russo, Vladimir Putin, qualificou de "interessante" a idéia de criar uma organização de gás, análoga à Opep, e negou que se trate de criar "uma espécie de cartel".

A Rússia, o maior exportador de gás do planeta, estará representada em Doha pelo ministro da Indústria e Energia, Viktor Khristenko, e a corporação Gazprom também enviará uma delegação de alto nível.

O ministro do Petróleo e Energia da Venezuela, Rafael Ramírez, expressou na semana passada pleno apoio aos planos de criar uma nova organização que reúna os exportadores de gás, por considerar que seria um complemento para a Opep.

Já o Comissário europeu de Energia, Andris Piebalgs, se disse contrário à idéia, assim como o Governo dos Estados Unidos .

 Com Efe


Loading. Please wait...

Fotos popular