Pravda.ru

Federação Russa

Cientista russo acredita que Irã tem tecnologia para criar a bomba nuclear

18.04.2007
 
Cientista russo acredita que Irã tem tecnologia para criar a bomba nuclear

Um dos principais cientistas nucleares da Rússia, Yevgeny Velikhov, alertou o mundo de que é apenas questão de tempo até que o Irã desenvolva uma arma nuclear.

 Ele disse ainda aos jornalistas numa entrevista, realizada no início de abril, que o programa nuclear iraniano deve ser interrompido. "De um ponto de vista científico, é claro que eles podem criar armas nucleares", disse Velikhov. "A questão mais difícil de responder é quando."

Velikhov, um aliado do presidente russo, Vladimir Putin, trabalhou com o líder do projeto da bomba nuclear russa, Igor Kurchatov, e hoje preside o Instituto Kurchatov. Enquanto especialistas de todo o mundo ainda não conseguem afirmar categoricamente que o Irã busca desenvolver armas com seu programa nuclear, o cientista saiu na frente para afirmar que eles já possuem a tecnologia necessária para criar a bomba.

"Os cientistas americanos esperavam que a União Soviética levaria até 1954, no mínimo, para criar a bomba nuclear. Eles ficaram muito surpresos quando conseguimos criar a bomba em 1949", disse Velikhov.

Vários paises acusam o Irã de querer produzir armas com seu programa de enriquecimento de urânio, acusação que o governo em Teerã nega. Os iranianos afirmam que seu programa nuclear visa apenas a obtenção de energia.

Entretanto o Irã declarou recentemente que levou para uma "escala industrial" o enriquecimento de urânio .

"É muito importante que o Irã não consiga armas nucleares. Isso seria um cenário muito negativo para a segurança de todo o mundo", disse o académico. Apesar dos alertas de Velikhov, a maioria dos diplomatas e especialistas, incluindo o governo da Rússia, afirma que o Irã está a alguns anos de conseguir a tecnologia necessária para a construção da bomba.

Entre as dificuldades apontadas estão problemas técnicos como centrífugas antigas que tendem a quebrar e a superaquecer, além de um estoque de urânio cheio de impurezas.Não há relatos neste momento de atividades nucleares clandestinas no Irã.

Velikhov, que dedicou sua vida à tecnologia nuclear, defendeu que as potências mundiais renunciem à suas armas nucleares, inclusive os Estados Unidos e a Rússia.

"Acredito que armas biológicas, químicas e nucleares deveriam ser proibidas e que manter ou desenvolver armas nucleares deveriam ser atos considerados crimes contra a humanidade", disse o cientista.

 Fonte Com Ria-Novosti


Loading. Please wait...

Fotos popular