Pravda.ru

Federação Russa

Relações Rússia - América Latiana não afetam interesses de terceiros países

17.11.2008
 
Relações Rússia - América Latiana não afetam interesses de terceiros países

O ministro russo de Assuntos Exteriores, Serguei Lavrov, acredita que as relações com nações latino-americanas não afetam interesses dos terceiros países. “O principal é a coincidência objetiva de interesses”, destacou o ministro antes  da sua partida a Portugal e aos países da região.

 Lavrou recusou conclusões de alguns analistas de que a intensificação das relações com América Latina foi provocada pela “rivalidade” diplomática com Estados Unidos. “É uma tese absolutamente incorreta ”, disse Lavrov e explicou que no século XXI no mundo variável aparecem “novos estímulos para o comportamento dos Estados sobre uma base carente de componentes ideológicos”, disse , segundo Ria Novosti.

De acordo com o ministro, a Rússia e os países latino-americanos são aliados naturais na criação de uma ordem mundial nova, mais segura e justa e na solução dos problemas chave da atualidade. 

Rússia e os países da América Latina negam “ as intenções de impor posturas unilaterais” e “respeitam os interesses dos sócios e o princípio de não introdução nos assuntos internos dos Estados soberanos”, destacou Lavrov.

O ministro recordou que em agosto passado “muitos países latino-americanos condenaram a agressão georgiana contra Ossétia do Sul e a política dos EUA quanto ao Cáucaso e apoiaram a operação russa para impor a paz à Geórgia”. “Nenhum país latino-americano acredita que a democracia a economia do mercado são pilares do sistema político e da vida econômica e da sociedade.

 Não obstante, o objetivo desta visita é a diversidade das vias de aplicação prática dos princípios mencionados em diversos países”, indicou o ministro russo. Segundo suas palavras , a região está buscando as vias próprias para fortalecer a democracia e a estabilidade política.

“A Rússia está disposta a promover a cooperação eficaz com todos os países da região sem motivos ideológicos alguns para isso”, disse Lavrov.

O chanceler russo c inicia esta segunda-feira (17) a visita de trabalho a Portugal. Depois disso visitará oficialmente a Colômbia e Equador e participará na cimeira do Foro de Cooperação Económica Ásia-Pacífico ( APEC) em Peru (22 e 23 de novembro). O presidente russo, Medvedev, após a cimeira em Lima realizará as visitas a Cuba, Brasil e Venezuela.


Loading. Please wait...

Fotos popular