Pravda.ru

Federação Russa

Exposição “Soc Art: arte política na Rússia “ em Paris seria uma vergonha nacional

17.10.2007
 
Exposição “Soc Art: arte política na Rússia “ em Paris seria uma vergonha nacional

Como “vergonha nacional” qualificou o ministro russo de Cultura , Alexander Sokolov, a exposição “Soc Art: arte política na Rússia “ que o museu Galeria Tretiakov pretende mostrar em Paris em outubro.

 O ministério da Cultura proibiu a exportação das 17 “pinturas” considerando os provocantes e de caráter pornográfico. A mais escandalosa obra , segundo Sokolov, é uma pintura que mostra dois policias russos se beijando.” Em outro trabalho aparecem Putin, Bush e Osama Bin Laden dando cambalhotas de cuecas.

 O Patriarca da Igreja Ortodoxa russa , Aleksei II, acaba de falar na França da moralidade e os critérios espirituais , “ e o primeiro que a Rússia faz aí é demonstrar uma pornografia”, disse o ministro.

 “Policiais se beijando” é uma obra de dois pintores russos Mizin e Shaburov ( Dupla Narizes Azuis), adquirida pela Galeria Tretiakov. O quadro que na realidade tem o título “ A era da misericórdia”, foi realizado em 2004.

 No escândalo ficou envolvido o chefe da secção do arte moderno da Galeria, Andrei Erofeev. Adquirindo as obras de carácter provocante e pornográfico, Erofeev organizou uma séria de exposições provocando uma onda de agitação na sociedade, incluindo a exigência de cancelamento de uma das exposições, enviada por Elena Bonner, a viúva do académico Andrei Sakharov.

 O representante da embaixada francesa declarou em conferência de imprensa que não repara em proibição um acto de censura. Recorde-se que há pouco da exposição de Elton John foram extraídos as fotos de caráter pedofílico.

“A Galeria Tretiakov é um museu estatal e não pode fazer propaganda de extremismo na arte”, disse Sokolov.

 Por Lyuba Lulko 


Loading. Please wait...

Fotos popular