Pravda.ru

Federação Russa

Rússia escolheu parceiro estratégico da indústria aérea

16.03.2007
 
Rússia escolheu parceiro estratégico da indústria aérea

A Rússia escolheu seu parceiro estratégico da indústria aérea. A European Aeronautics Defence and Space Company (EADS) se tornou esse parceiro.  A companhia aérea russa Aeroflot através do executivo-chefe da Aeroflot, Valery Okulov, anunciou ontem (15) que vai comprar, em esquema de leasing, 22 aviões modelo A350 da européia Airbus fabricados pela EADS.

As negociações com corporação americana Boeing são suspensos para um prazo não revelado.

Os analíticos russos estimam o acordo com EADS  em 3 a 4,1 bilhões de dólares . A decisão, aparentemente política, vai contribuir para aliviar um pouco os problemas da fabricante de aviões, que recentemente foi obrigada a adotar um vasto plano de reestruturação.

Além dos A350, a Aeroflot também anunciou que vai adquirir contratos de leasing de entre oito e dez unidades do modelo A330.'O negócio será fechado nas próximas semanas', disse o executivo-chefe da Aeroflot, Valery Okulov. 'É um contrato firme', disse .

A fabricante de aviões vem estreitando seus laços com a Rússia e suas companhias aéreas. Tanto que, recentemente, o banco estatal russo VTB adquiriu uma participação de 5% na controladora da Airbus, a European Aeronautics Defence and Space Company (EADS).

Além disso, a Airbus mantém várias unidades de engenharia no país. Ainda que os pedidos sejam considerados firmes pelo executivo da Aeroflot, os aviões A350 comprados pela companhia ainda nem ao menos saíram da prancheta de desenho.

 Eles só devem começar a ser entregues em 2015, três anos após o lançamento comercial do modelo. Juntamente com o superjumbo A380, o A350 é uma das fontes das constantes dificuldades da Airbus. Falhas de projeto em ambas aeronaves minaram as finanças da empresa, assim como sua imagem junto a companhias aéreas clientes.

Isso deu espaço à concorrente norte-americana Boeing, com seu 787 Dreamliner, que chegará aos primeiros clientes ainda neste ano - cinco anos antes do reformulado A350 ser entregue ao primeiro comprador.

 Com Visão OnLine 


Loading. Please wait...

Fotos popular