Pravda.ru

Federação Russa

Conferência sobre Energia na Geórgia: Agora vamos ver quem são os inimigos da Rússia

15.01.2009
 
Conferência sobre Energia na Geórgia: Agora vamos ver quem são os inimigos da Rússia

GIOGIE, o 8º Conferência Georgiano Internacional sobre Petróleo, Gás, Energia e Infra-estruturas, 2/3 de Abril de 2009, no Palace Hotel Sheraton Metechi, Tblisi Geórgia. Uma sinistra coleção de entidades anti-russas cuja única agenda é destruir a rede de fornecimento de combustíveis da Rússia, como iremos expor a seguir.

Tinha que ser na Geórgia, o país que tão covarde e selvaticamente atacou a Ossétia do Sul em agosto de 2008, chacinando cerca de 2.000 civis russos e lançando mísseis contra estruturas civis, o país descrito pelo Relatório do Banco Mundial, Reformador do Topo Fazendo Negócios em 2008, como segue: "... a Geórgia se encontra entre os dez melhores países nas reforma dos últimos três anos ... o único país a atingir tal progresso num prazo tão curto. E com isso o país estabeleceu uma base sólida para o futuro crescimento empresarial. "

Que negócios? Tráfico de armas e assassinato de crianças? Baseado em quê, a chacina de civis?

A conferência pretende ser uma reunião para discutir questões energéticas: "A conferência é um fórum essencial para descobrir os últimos desenvolvimentos na indústria e no cumprimento dos principais actores no mercado" (GIOGIE) e uma oportunidade para "Conhecer altos funcionários do governo e líderes empresariais da Geórgia. Encontrar-se com delegações oficiais do Azerbaijão, Turquia, Cazaquistão, Ucrânia, Reino Unido, E.U.A. e de outros países ".

No entanto, a verdadeira agenda pode ser visto a partir do "Projecto para Temas de Análise ", a saber:

Os recentes desenvolvimentos na Geórgia dos sectores de petróleo, gás, energia e infra-estruturas;

Criando o Corredor Concep para reduzir os riscos percebidos de transporte através do Mar Cáspio;

Incentivo para investimento Ocidental no desenvolvimento de novas vias de comunicação;

Analisar o potencial para ligar o gasoduto BTE Turcomenistão e Cazaquistão de gás, através do desenvolvimento do Gasoduto Trans-Cáspio;

Diversificar a oferta de gás natural para a Europa Ocidental: Como o Pipeline do Sul do Cáucaso tornar-se-á o princípio fonte de fornecimento de gás com a Europa, através dos oleodutos Nabucco, Turquia-Grécia-Itália e Grécia;

Ligar o Gasoduto trans-Cáspio para Nabucco;

O White Stream Project para o transporte de gás - Poderá ser entregue gás do Cáspio para a UE através da Ucrânia?;

Emissão de licenças para exploração e produção de reservas de petróleo e gás da própria Geórgia.

Então a linha de fundo parece ser isolar a Rússia, isolando seu abastecimento energético, encontrar alternativas contornando os seus recursos energéticos, e utilizando Geórgia como um fórum. Agora, quanto a aqueles que estarão presentes nesta conferência:

SOCAR, KazTransOil, StatoilHydro, GOGC, Cross Caspian, Seacor Environmental Services, DLA Piper, Global Oil Operating Company, Energy-Pro Georgia, GOGC, Batumi Oil Terminal, KazTransOil, AmCham, BNP Paribas, BP Exploration, Chevron, Fortis Bank, KazMunay Gas, TPAO, USAID, World Bank, Millennium Challenge Georgia (MCG), Platts, RWE Dea AG, Silk Road Group, JSC, Wintershall, Halliburton Eurasia Limited, RWE Gas Midstream Gmbh

Halliburton? Onde é que se ouviu aquele nome?

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular