Pravda.ru

Federação Russa

Estudante russa não quer ser descendente do macaco

14.12.2006
 
Estudante russa não quer ser descendente do macaco

Uma estudante na Rússia insiste na proibição do ensino da teoria evolucionista de Charles Darwin  nas escolas russas como sendo a teoria dominante.

Maria Shraiber, de 16 anos,  insiste que as ideas de Darwin descritas na sua obra  'A origem das espécies' não podem ser consideradas como facto científico , relativamente à origem do homem, ou seja que a teoria é falsa. Ela defende que o estudo desta teoria não lhe permite desenvolver-se como individuo .

Assim, defende que a teoria de Darwin está orientada na descreditação da percepção religiosa da origem da humanidade, sendo por isso que esta humilha e  ofende os seus sentimentos religiosos, bem como o valor dos mesmos.

Afirma também, que o ministerio do Ensino ao defender a teoria menospreza a lei porque " a doutrina antireligiosa, ateísta de Darwin nos livros de estudo, está baseada nos princípios e obras do Engels e dos fundadores do materialismo histórico.

 Um Tribunal de Sáo Petersburgo esta quinta-feira adiou a sentença do caso "Shraiber contra o ministério do Ensino".  No Tribunal estiveram presentes, hoje,  os colaboradores de sua escola , representantes de faculdades da filosofia, biologia e historia da Universidade de São-Petersburgo. O pai de Maria representou  no julgamento os  interesses  dela .

Na opnião da Justiça a demanda judicial de Maria não é bem argumentada e é composta negligentemente.  Mas segundo pai de Maria :"A teoria de Darwin tem que ser estudada nas escolas  como disciplina  facultativa , como hipotese e nada mais".

Esta demanda na Rússia é um caso sem precedentes, mas os processos semelhantes a terem lugar   em outros países da Europa,  dão aos jovens a possibilidade a  estudar não só a teoria tradicional da origem do homem, mas também outras ideias mais creativas.

Especialistas defendem que este processo é apenas uma PR-acção bem planejada de companhia da publicidade chefeada pelo pai da menina.  A próxima sessão do julgamento está marcada  para o dia 21 de Fevereiro.


Loading. Please wait...

Fotos popular