Pravda.ru

Federação Russa

Russian Expo Arms 2006.

13.07.2006
 
Russian Expo Arms 2006.

O show aéreo se tornou o acontecimento principal no primeiro dia de funcionamento da Exposição Internacional dos Armamentos estratégicos, material bélico e munições Russian Expo Arms 2006. 

O evento conta com a participação de 350 empresas russas e 50 companhias estrangeiras de 39 países que exibirão 2.700 modelos de armas, munições, veículos, tanques, sistemas logísticos e de comunicações de uso militar.

A aviação russa realizou o lançamento de bombas na região das Montanhas dos Urais. O público, reunido no poligono nas imediações da cidade de Nijny Taguil, acompanhou como os caças Su-27 atingiram os alvos terrestres.

 Depois ele presenciou um verdadeiro combate aéreo. Impressionante foi a monabra “nó”, quando o caça perseguido voa vertical, deixando a zona de ataque, e depois passa na retarguarda do “inimigo” que ataca.

A peculariedade desta exposição é que qualquer peça pode ser retirada diretamente do estande e colocada no poligono e pronta para demonstrar suas capacidades de combate. Esta exposição acontece a cada dois anos sendo elevado o interesse para com ela. Seus trabalhos contam com a participação de mais de 400 empresas russas e estrangeiras.

Entre elas: empresa da produção cientifica Start que é conhecida pelos seus lança-misseis altopropulsionados para a defesa anti-aérea. A Start apresentou sua novidade: a instalação de lançamentos para o sistema maritimo de misseis anti-aéreos.

 O diretor geral da empresa, Gennady Muratshin considera que atualmente este sistema é um dos mais eficazes do mundo. (FONE) O sistema de misseis anti-aéreos Shtil-1( na foto) é destinado ao rechaço dos ataques em massa pela aviação do inimigo contra os grandes barcos navais. Ao contrário dos sistemas existentes, o Shtil-1 possui seis vezes mais velocidade de tiro, os misseis são lançados ao alvo dentro de cada dois segundos. Isso é possivel com o lançamento vertical.

"Nossa instalação escondida no corpo do barco não necessita de nenhuma estrurura na sobrecoberta. Nossa Marinha já recebeu encomendas de uma série de paises", disse Gennady Muratshin.

Nos últimos anos a Russia desenvolve confiantemente a exportação dos seus armamentos e equipamentos bélicos. O mercado de venda se ampliou muito. A produção bélica da Russia é adquirida por cerca de 100 paises.


Loading. Please wait...

Fotos popular