Pravda.ru

Federação Russa

Gás: Moscou e Beijing perto de acordo de 30 anos

12.10.2011
 

Gás: Moscou e Beijing perto de acordo de 30 anos. 15763.jpegMoscou e Pequim estão perto de assinar um esperado acordo de gás de 30 anos, o primeiro-ministro Vladimir Putin afirmou nesta terça-feira durante sua visita à China, onde fala de energia no topo da agenda.

"Estamos aproximando do estágio final de trabalho sobre fornecimento de gás para o mercado chinês", disse Putin. Os dois lados também resolveram um desentendimento de longa data sobre o fornecimento de petróleo através do oleoduto Sibéria Oriental - Oceano Pacífico.

Rússia deve assinar um acordo entre produtor mundial de gás e maior mercado mundial de energia de maior crescimento neste verão, depois de anos de negociações, mas os dois lados não chegaram a acordo sobre os preços. A China, que pretende comprar até 68 bilhões de metros cúbicos de gás por ano, quer pagar 250 dólares por mil metros cúbicos, enquanto Moscou quer vender seu gás a preços não inferiores a que vende para a Europa.

O Vice-premiê russo Igor Sechin disse que as partes concordaram que a Rússia poderia fornecer nada menos que 30 bcm por meio do pipeline Altai, no valor de $14 bilhões, o chamado corredor ocidental, e se especificar detalhes sobre o roteiro de gás nos próximos 15 dias. "Hoje nós concordamos que o corredor ocidental prevê o fornecimento de pelo menos 30 bcm de gás", disse Sechin, que é responsável pelas questões de energia no governo russo, acrescentando que a fórmula de preço tinha progredido consideravelmente.

Em 2010, Moscou e Pequim assinaram um acordo vinculativo que prevê a construção de dois corredores para o fornecimento de gás russo para a China. No primeiro, a Rússia iria desenvolver campos na Sibéria Ocidental, enquanto o segundo prevê o desenvolvimento de depósitos de gás da Sibéria Oriental, no Extremo Oriente e da plataforma da ilha de Sakhalin. Alexei Miller (Director Geral da Gazprom) disse que o fornecimento de gás para a China através do corredor ocidental era uma prioridade, enquanto o corredor leste não foi discutido.

 

Fonte e foto: Ria Novosti


Loading. Please wait...

Fotos popular