Pravda.ru

Federação Russa

Putin prolongou a vida útil dos mísseis "Satana"

12.02.2008
 
Putin prolongou a vida útil dos mísseis "Satana"

Rússia prolongará a vida útil de seus mísseis balísticos intercontinentais “Satana” ("Diabo",  RS-20 segundo a classificação da Nato). O respetivo decreto foi assinado esta terça-feira pelo presidente Vladimir Putin, informa Ria-Novosti, citado uma fonte do Kremlin. A lei já foi aprovada em 25 passado pela Duma ( a Câmara baixa do Parlamento russo) e posteriormente ratificada pelo Conselho da Federação (Senado) .

 A lei promulgada por Putin ratifica um acordo governamental firmado entre Rússia e Ucrânia em fevereiro de 2006 para prolongar a vida útil de mísseis balísticos intercontinentais localizados no território russo. Os mísseis foram elaborados na Ucrânia, na cidade de Dnepropetrovsk, e produzidos no mesmo local, na fabrica “Yujmach”.

 O documento justifica ampliação da vida útil de 15 até 25 anos dos sistemas de mísseis RS-20, conciderados os mais grandes e potentes do mundo. De 32 metros de largura e 22 toneladas de peso, os RS-20 podem levar até 10 ogivas nucleares de até 550 quilotonelades de potência a uma distância de 11.000 quilómetros.

Outra lei da importância militar e também em relação à Ucrânia , assinado por Putin , é denominada : "Anulação de acordo entre Rússia e Ucrânia sobre os sistemas de prevenção antimísseis e de controle espacial", segundo a assessoria de imprensa do governo russo.

Lei permite o fechamento das bases de radares russas de Mukacheve (oeste da Ucrânia) e Sebastopol (Criméia, sul) e a repatriação do material.

O chefe das forças espaciais russas, Vladimir Popovkin, explicou no dia 25 de janeiro que a Rússia tem a intenção de retirar com o tempo todos os seus radares no exterior e de "não depender mais de outros países" como Ucrânia, Azerbaijão, Cazaquistão ou Belarus.

O vice-ministro da Defesa, Nikolai Pankov, explicou a vontade de começar pela Ucrânia devido à intenção desta ex-república soviética de entrar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).


Loading. Please wait...

Fotos popular