Pravda.ru

Federação Russa

Putin e Medvedev já distribuiram os cargos entre eles

11.12.2007
 
Putin e Medvedev já distribuiram os cargos entre eles

O vice-primeiro-ministro da Rússia Dmitry Medvedev, considerado um político liberal, apontado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, para sucedê-lo no cargo, disse na terça-feira ( 11) que quer que Putin seja o primeiro-ministro, caso vença as eleições do dia 2 de março de 2008.

Uma manobra do tipo ofereceria a Putin uma forma de manter sua influência após deixar o cargo de chefe de Estado se, conforme o previsto, seu aliado de longa data tornar-se presidente nas eleições de março próximo.

 "Ao expressar minha prontidão em concorrer à presidência da Rússia, eu faço um apelo a Putin com um convite para que seja o chefe do governo após as eleições presidenciais do país", disse Medvedev, de 42 anos, em seu discurso,afirmou Medvedev em um breve comunicado transmitido por Canal 1 da TV russa.

"Não basta escolher um novo presidente, que pode dividir todas as responsabilidades. Não menos importante, precisamos manter a competente equipe formada pelo atual presidente."

O apoio de Putin, manifestado na segunda-feira, à candidatura de Medvedev, um primeiro vice-primeiro-ministro e presidente da poderosa estatal do petróleo Gazprom, faz dele o provável futuro presidente da Rússia, já que deve vencer o pleito de março.

A decisão por escolher uma figura fraca que carece de uma base política própria sinaliza a intenção de Putin de continuar influindo no comando do governo russo após sair do Kremlin.

Medvedev, 42, ex-professor de direito, ocupa um dos cargos de vice-primeiro-ministro desde 2005. Nasceu a 14 de Setembro de 1965 em Lenigrado (actualmente São Petersburgo), terra natal do Presidente Putin. Em 1987, terminou a Faculdade de Direito da Universidade Estatal de São Petersburgo e, três anos depois, defendeu aí a tese de mestrado. É especialista em Direito Civil.

Entre 1990 e 1997, Medvedev leccionou na Faculdade de Direito da Universidade de Moscovo. Paralelamente, foi conselheiro do Presidente da Câmara Municipal de São Petersburgo e perito do Comité para Relações Internacionais dessa câmara, órgão dirigido por Vladimir Putin. Em 1999, o actual dirigente russo, então Primeiro-ministro, chama-o para Moscovo, onde ocupa o cargo de dirigente do Aparelho do Governo da Federação da Rússia.

Quando Putin substitiu Boris Ieltsin no Kremlin, nos finais de 1999 , Medvedev é nomeado vice-chefe da Administração do Presidente da Rússia.

Desde 2000 e até ao presente, Medvedev preside ao Conselho de Directores da Gazprom, a maior empresa pública do país. Em 2003, foi nomeado dirigente da Administração Presidencial da Rússia, mas, dois anos depois, passa para o Governo russo, onde passa a dirigir a pasta de primeiro-vice-primeiro-ministro, encarregado do controlo da realização dos chamados “programas nacionais”, programas de grande envergadura no campo social.

No ano passado, Medvedev começa a aparecer nos órgãos de informação russas como um dos prováveis sucessores de Putin. O candidato escolhido por Putin não é membro da Rússia Unida e é conotado com os círculos liberais no Kremlin.


Loading. Please wait...

Fotos popular