Pravda.ru

Federação Russa

Rússia: Lavrov considera a decisão da OSCE de ultimato

11.02.2008
 
Rússia: Lavrov considera a decisão da OSCE de ultimato

Os politólogos russos teem absoluta certeza que o “capricho” da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) “só pode ter uma justificação, que de carácter politico”. “Infelizmente, esta organização internacional, OSCE, se tornou um instrumento político nos últimos tempos, e a anulação da missão de observação das eleições presidenciais russas de 2 de Março, na minha opinião tem motivo político”, - disse o encarregado da Comissão Eleitoral russa, Alexander Ignatov.

O ministro dos negócios estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov considera a decisão da OSCE como ultimato, que nunca faria outro pais que respeitava si mesmo. Pelas palavras do Lavrov, a Federação Russa não tem obrigação de concordar com nenhuma organização sobre o prazo de estadia no seu território. “A sua única obrigação é convidar as organizações internacionais de observação nas eleições”, - disse o ministro. Lavrov também sublinhou que, “não existe nenhum acordo entre a Segurança e Cooperação na Europa connosco que estabelece o prazo do trabalho ou quantidade dos observadores deles nas nossas eleições”.

“A Rússia lamenta que, a decisão da organização foi ultimato, e isto mostra que é necessário fazer uma reforma da estrutura da OSCE”, - segundo o ministro.

Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular