Pravda.ru

Federação Russa

CNN inventa notícias a respeito da Geórgia e da Ossétia do Sul

10.09.2008
 
CNN inventa notícias a respeito da Geórgia e da Ossétia do Sul
Jornalistas do canal de televisão Rússia Hoje - Russia Today, que trabalharam na cidade de Tskhinvali, acusam a CNN de forjadura no conflito entre a Geórgia e a Ossétia do Sul, informa a RIA Novosti.

Essa declaração foi feita na segunda-feira por um correspondente do Russia Today, Nikolai Baranov, durante uma discussão de mesa redonda a propósito dos recentes eventos no Cáucaso.

"Nossa equipe estava fazendo uma reportagem a respeito da Tskhinvali devastada pelo exército georgiano. Estávamos filmando particularmente a Universidade da Ossétia do Sul. Ficamos muito surpresos e indignados ao ver aquela metragem da CNN apresentada como a cidadezinha georgiana de Gori, que o exército russo presumidamente teria atacado. Ainda temos o material de vídeo original de Tskhinvali em ruínas. A metragem levada ao ar pela CNN foi forjada e inventada," disse Baranov.

A CNN também usou a metragem do Desfiladeiro de Kodori na Abcázia para mostrá-la como se fosse de Gori, acrescentou o jornalista.

O jornalista de TV Alexander Minakov, que analisou a cobertura do conflito pela mídia ocidental, particularmente por canais dos Estados Unidos, disse que a guerra da Geórgia na Ossétia do Sul havia desferido um golpe catastrófico na reputação deles. Os canais de TV dos Estados Unidos lançaram um véu sobre os eventos de um conflito armado e, por vezes, até inventaram suas notícias, como a CNN fez.

"A mídia ocidental esteve envolvida numa operação especial intitulada "Agressão da Rússia," concluiu o jornalista.

Uma autoridade representante do departamento da CNN em Moscou disse que a companhia de TV não havia feito nenhum esforço para inventar suas reportagens. "Pode ter havido equívoco no preparo das reportagens em questão," disse ela.

Maksim Bobrov, correspondente do Primeiro Canal - First Channel, disse que o governo georgiano determinou o corte de todos os canais russos na Geórgia e bloqueou o acesso à zona .ru da Internet.

"Eles não deixaram nossa equipe cooperar com o canal georgiano Rustavi-2 na informação da situação em Tbilisi. A mídia georgiana apresentou a deserção de tropas georgianas como se fosse a retirada dos militares russos," disse ele.

Autor da publicação: Murilo Otávio Rodrigues Paes Leme

zqjxkv@gmail.com, ywkzxj@gmail.com


Loading. Please wait...

Fotos popular