Pravda.ru

Federação Russa

Madonna será processada na Rússia

10.08.2012
 
Madonna será pocessada na Rússia. 17071.jpeg

Especializada na politização das suas performances que nem sempre é agradável ​​para o país anfitrião, Madonna provocou um escândalo na Rússia. Os seus advogados deviam saber que em São Petersburgo há pouco foi aceita a lei que proíbe propaganda homossexual entre menores de idade.

Antes antes do seu show, a cantora tem afirmado repetidamente que iria apoiar os homossexuais locais, os  direitos dos quais, em sua opinião, violam-se pela lei mencionada .

Para todo o público de concerto dia 9 de agosto foram distribuídas pulseiras cor de rosa, sem explicar por quê. No início Madonna pediu que as pessoas levantassem os braços com pulseiras de apoio a minorias sexuais. Avançando, Madonna mostrou um cartaz com cores do arco-íris, símbolo da comunidade LGBT, com o slogan "Sem medo" ("No Fear"), tendo o mesmo nas costas. Cantora disse ao público que fossem mais amigável com as pessoas de diferentes orientações sexuais.

O show foi assistido por vários observadores do governo da cidade, que filmaram um vídeo, registrando a presença no concerto dos adolescentes de 12 -13 anos. Os organizadores do concerto em sua defesa destacam que todos os bilhetes tinham advertência por escrito, em que os jovens menores de 18 anos não são incentivados a assistir ao concerto de Madonna, e se havia criançada na sala, então foi acompanhada  por adultos.

O deputado da Assembleia Legislativa de São Petersburgo Vitali Milonov acusou a cantora de violar a lei local contra propaganda do homossexualismo e da pedofilia durante o show. "É preciso punir Madonna ou os organizadores (do show)", disse à agência Interfax o autor da lei e prometeu iniciar o processo contra pop-diva.

Existe um bom dito ocidental — "Sendo em Roma sê romano", semelhante a russo — "Com a sua carta não vem ao outro mosteiro". Madonna não respeita os países que visita. Na França é processada por líder da "Frente Nacional" Marine Le Pen, depois de ter demonstrado um vídeo estampada com uma suástica na testa dela. Na Ucrânia a cantora confundiu a bandeira ucraniana com a russa. E quando começaram a mostrar-lhe a bandeira azul-amarela (ucraniana), perguntou: "Será que vocês têm duas bandeiras?"

Os polacos acharam o concerto de Madonna em 01 de agosto, quando o país lembrava o aniversário do início da Revolta de Varsóvia contra a ocupação nazista, como um insulto. Parte da imprensa acusou a cantora de blasfêmia e provocação.

Mas a verdade é que ela não é nenhuma defensora dos direitos das minorias. Assim as ativistas gay de São Petersburgo dizem que não acreditam na sinceridade da Sra. Louise Ciccone. Portanto os integrantes  da  "Igualidade"  organizaram um piquete contra a hipocrisia das estrelas do show business. De acordo com  eles , tais como Madonna usam slogans de direitos humanos para despertar interesse em seu show.

Lyuba Lulko

Pravda.Ru

 


Loading. Please wait...

Fotos popular