Pravda.ru

Federação Russa

Putin ordenou um inventário dos museus

10.08.2006
 
Putin ordenou um inventário dos museus

O presidente Vldimir Putin ordenou  que se fizesse  um inventário de todos os museos do país. Recordamos que há pouco dos fondos do Ermitage de São Petersburgo foram roubados 221 peças de valor de 3,9 milhões de euros. O desaparecimento foi detectado, na primavera passada, durante a operação de verificação .

Putin criará um comité no 1 de setembro que se encarregue do processo, que estará composto por membros do Governo e forças da segurança. Na Russia o invetário em alguns museos não tinha sido realizado desde até 30 anos .

Um antigo responsável do Tribunal de Contas da Rússia acusou ontem o governo russo de ter criado um sistema que permite "roubar sem controlo e impunemente" os tesouros do Museu Ermitage, de São Petersburgo.

Durante as inspecções ao Ermitage em 1999 e cujos resultados foram divu lgados em 2000, "o Tribunal de Contas descobriu mecanismos permitindo roubar sem controlo e na impunidade", disse Yuri Boldyrev (foto), antigo auditor do museu, à rádio "Eco de Moscovo".

As "grosseiras" violações do sistema de inventário denunciadas pelo Tribunal de Contas "teriam podido servir de base à abertura de um inquérito criminal", mas segundo Boldyrev, "houve uma ordem (superior) para que os auditores não se envolvessem nesse assunto"."A conclusão principal é que o governo favorece um sistema permitindo roubar tesouros e substituir os originais", acusou.

Comentando o desaparecimento de 221 peças do Ermitage, revelado a seman a passada, Boldyrev disse que os investigadores "encontrarão bodes expiatórios", mas na sua opinião, o roubo não teria acontecido "sem autorização da direcção".

Ontem foi revelado um outro roubo de obras de arte na Rússia, desta vez no Arquivo Estatal russo de Arte e Cultura, em Moscovo, de onde desapareceram de senhos avaliados em milhões de dólares.


Loading. Please wait...

Fotos popular