Pravda.ru

Federação Russa

Espião sentenciado a 13 anos

10.08.2006
 
Espião sentenciado a 13 anos

Coronel Sergei Skripal, 55, foi sentenciado a 13 anos de prisão por traição na forma de espionagem depois de providenciar segredos militares à MI6 durante os anos 90 quando exercia funções nos serviços militares russos.

Fontes citadas pelo jornal diário russo Izvéstia confirmam que foi contactado pelo MI6 durante serviço num posto no estrangeiro na segunda metadeda década dos anos 90 e que depois de se reformar dos serviços militares russos, continuou a fornecer segredos em troca de dinheiro. Skripal tinha uma conta aberta num banco espanhol, onde recebia pagamentos regulares (até 100.000 USD) em troca de informações.

As autoridades russas declararam que suas acções durante seu tempo activo e depois, relatando informações dadas a ele por ex-colegas, danificou bastante a defesa nacional e a segurança do estado da Federação Russa.

As informações providenciadas por Skripal incluíram palavras-passe a sistemas de informática, endereços e locais para reuniões.

Pouco depois de serem abordados pela MI6, os agentes russos no estrangeiro foram chamados a Moscovo e substituídos. Skripal, depois de ser apanhado, deu plena cooperação ao tribunal, e forneceu todas as informações pretendidas pelos FSB. Por esta razão, sua sentença foi reduzida de 15 para 13 anos, mas perdeu seu estatuto de coronel. Agora vai servir sua sentença numa colónia penal de alta segurança.

Konstantin KODENETS

PRAVDA.Ru



Loading. Please wait...

Fotos popular