Pravda.ru

Federação Russa

Coronel russo vendeu os segredos estatais por 100 mil dólares

10.08.2006
 
Coronel russo vendeu os segredos estatais por 100 mil dólares


 Sergei Skripal, o coronel de Exército russo, de 55 anos, foi condenado por um tribunal militar de Moscou  a 13 anos de prisão por " traição na forma de espionagem" por espiar para a Grã Bretanha.

 
“ A investigação indica que durante seu serviço  nas Forças Armadas  Russas em meados da década 1990,  Skripal foi contratado pelo serviço secreto británico, MI6, e compartilhou os segredos do Estado com ela”, informa o Serviço Federal da Segurança (FSB) em um comunicado. No comunicado diz-se também,  que Skripal continuou cooperando com MI6 e depois de deixar o Exército no 1999. “Suas ações causaram um dano  grave à defesa e segurança nacional”.

 Skripal cobrava pela informação mensualmente numa conta num banco espanhol , o nome de qual  não foi precisado. Em total ele recebeu cerca de US$ 100 mil. O acusado admitiu a culpa, o que atenuou a sentença.

O promotor militar Serguei Fridinsky pidiu para Skripal 15 anos.

 
As autoridades britânicas não se pronunciaram sobre o assunto.


A sentença judicial é anunciada poucos meses depois que Rússia e Grã-Bretanha se viram envolvidas em um outro escândalo de espionagem.


Em janeiro, a Rússia acusou quatro diplomatas britânicos de plantarem um transmissor eletrônico dentro de uma pedra falsa para obter informações secretas de seus agentes em Moscou.


Neste caso, também foi alegado que diplomatas britânicos fizeram pagamentos regulares a organizações não-governamentais russas de oposição.

Hoje as agências russas comunicaram que Skripal nomeou os seus cúmplices na embaixada británica.


Loading. Please wait...

Fotos popular