Pravda.ru

Federação Russa

Caixas pretas de avião acidentado decifram-se em Moscou

10.07.2006
 
Caixas pretas de avião acidentado decifram-se em Moscou

Hoje( 10) é o dia de luto nacional na Rússia pela morte de 203 pessoas que viajavam a bordo do avião A-310 da companhia aérea Sibèria , acidentado na cidade de Irkutsk.

Anteriormente algumas agências de notícias informaram no bordo serem encontradas 204 pessoas : 193 passageiros , 8 membros da tripulação e 3 técnicos aéreos.  Segundo os últimos dados da campanhia Sibéria , viajavam a bordo somente dois técnicos .

O avião da companhia Sibéria, que fazia o vôo entre Moscou e Irkutsk – cidade banhada pelo lago Baikal –, saiu da pista logo após tocar o solo, bateu contra um muro e pegou fogo. A tagédia pode ser provocada pelos problemas no freio.

Uma porta-voz do Ministério de Situações de Emergência informou que na madrugada do dia dez 131 corpos foram retirados e 55 pessoas das 72 sobreviventes foram hospitalizadas.

Os feridos estavam sendo tratados por queimaduras, fraturas e por problemas respiratórios em razão da fumaça.

No bordo se encontraram 15 crianças. Ao menos seis  foram hospitalizadas, entre elas uma de dez anos em estado grave devido às queimaduras.

O avião transportava ao menos 12 estrangeiros: três alemães, três chineses, dois poloneses, dois azerbaijanos e dois bielo-russos. Destes, estão internados os dois poloneses, os dois bielo-russos, um alemão e um azerbaijano.

Os feridos tiveram que ser retirados pela parte traseira, a única intacta. Vários passageiros afirmam que a cabine do avião se incendiou antes da colisão com o muro, e testemunhas que moram nas imediações do aeroporto falam em duas explosões.

O Ministério dos Transportes da Rússia acrescentou que a torre de controle perdeu o contato por rádio com os pilotos quando o aparelho posou, e o Ministério Público  trabalha com duas possibilidades, "uma falha técnica e um erro humano", já que a versão de um atentado terrorista é "muito improvável".

As caixas pretas do avião foram encontradas "em bom estado" entre os restos do aparelho e serão levadas a Moscou para que sejam decifradas por especialistas, informou o Ministério de Transporte .

O avião atingiu no final de junho deste ano 52 mil horas de vôo. Sua última revisão foi feita em julho do ano passado. Atualmente, existem 229 Airbus desta classe em operação no mundo.

A companhia Sibéria, segunda companhia aérea da Rússia depois da Aeroflot, conta com dez Airbus em sua frota e começou a voar entre Moscou e Irkutsk em julho de 2004 .


Loading. Please wait...

Fotos popular