Pravda.ru

Federação Russa

General iraniano visitou Moscou às escondidas

10.04.2007
 
General iraniano visitou Moscou às escondidas

Um general da Guarda Revolucionária iraniana, Mohammad Zolqad, rproibido segundo da resolução da ONU 1714 de viajar ao exterior, se encontrou na  Rússia com visita de seis dias , informou nesta segunda-feira (9) a imprensa russa , citando uma fonte anónima do Ministério  do Exterior .

A informação foi confirmada pelo próprio general entrevistado pela televisão iraniana.

O governo russo, no entanto, explicou na tarde desta segunda-feira que notificou antes o Comitê de Sanções da ONU sobre a visita do militar iraniano, mecanismo que está previsto na resolução.

 Segundo Moscou, a resolução 1747 da ONU não foi transgredida. A resolução pede que todos os governos não permitam visitas de 15 indivíduos iranianos ligados ao programa nuclear do país e, caso haja necessidade da visita de alguma dessas pessoas, o país deve notificar um comitê da ONU.

"O porta-voz do Ministério do Exterior da Rússia, Andrei Kristsov, confirmou hoje (10) que Zolqadr visitou o país, mas afirmou que a resolução 1747 não proíbe a visita das 15 pessoas citadas, apenas estabelece que a vigilância seja reforçada.

"De acordo com as condições da resolução, o Ministério do Exterior da Rússia informou antes ao Comitê de Sanções do Conselho de Segurança da ONU sobre a visita de B. Zolqadr", informou um comunicado do governo russo.

Visita do general iraniano à Rússia, foi realizada pelo convite do Serviço Federal da Guarda de Fronteiras  russo e «teve por objectivo trocar informações sobre a invasão militar do Irão que está a ser preparada pelos Estados Unidos, Grã-Bretanha e Israel, e apostar na coordenação de acções com a Rússia», comunica a agencia RBC

«Fui calorosamente recebido pelas autoridades russas», assinalou Mohammad Zolqadr, na entrevista à TV iraniana, acrescentando terem sido «conseguidos êxitos» nas conversações em Moscou sobre a cooperação no campo do controlo das fronteiras e da liquidação das consequências de catástrofes naturais.

Zolqadr afirmou ao site da tevê estatal que sua viagem de seis dias a Moscou, que terminou nesta segunda-feira, mostrou "a ineficácia da resolução".

"Apesar da Resolução 1747 que impôs uma restrição de viagens a alguns membros da Guarda Revolucionária iraniana, inclusive eu, viajei para a Rússia e nenhuma restrição foi aplicada", relatou o general.


Loading. Please wait...

Fotos popular