Pravda.ru

Federação Russa

Dr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu

08.08.2011
 

Dr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu. 15408.jpegDr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu

O Dr. Dmitry V. Belov cumprimenta o PRAVDA em russo num vídeo e o recebe na sede da Embaixada da Federação Russa em Montevidéu, Av. Boulevard Espanha 2741 na Terça 2 de Agosto de 2011. Os ponteiros do relógio marcaram 16:10 h e a gravadora e camerinha começaram funcionar.  Moscovita da gema, vizinho do Largo e Teatro Taganka, filho e neto de moscovitas e até da própria Universidade Lomonosov ele compartilhou tudo, política, futebol (México 1970) e basquete (URSS Campeã do Mundo Uruguai 1967).

PRAVDA: Dr. Belov...me diga...porque escolheu a carreira diplomática? De jeito específico no Uruguai?

DR. DMITRY BELOV: Veja só...após ter estudado na Universidade Lomonosov,  me formei na Universidade Lomonosov de Moscovo na Faculdade de Geografia à Cátedra de Geografia econômica dos países estrangeiros, estive trabalhando no decorrer de vários anos no Instituto da América Latina, na Acadênia de Ciências primeiro da URSS logo da Rússia ganhei o Diploma de Doutor em Economia, só logo fui convidado para desenvolver funções na Embaixada da Federação de Rússia na Colômbia foram quatro anos nesse destino diplomático em Bogotá e depois a gente começou trabalhar na Chancelaria no Setor Latino-Americano sendo que o segundo destino foi Montevidéu à nossa Embaixada no Uruguai

PRAVDA: Quanto tem a ver com a carreira diplomática no encerramento ter Moscovo como destino no caso dos russos. Exprime prêmio ou pelo contrário é regredir mesmo?

DR. DMITRY BELOV: Por enquanto, acho que trata-se de um processo natural, esse rodízio que acontece em toda Chancelaria seja qual for o país pois é normal que todo diplomata acabe trabalhando em casa ou fora da divisa

PRAVDA: Cidade na qual o Senhor nasceu?Dr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu. 15409.jpeg

DR. DMITRY BELOV: Em Moscovo, em Moscovo.

PRAVDA: Um bairro? Um cantinho que lembre da criancice?

DR. DMITRY BELOV: Com certeza...perto de Taganka, o Largo de Taganka é conhecido no mundo inteiro pelo famoso Teatro de Taganka sob Direção do Diretor Teatral russo extremamente famoso, o Yuri Liubimov, Então, morei em vários bairros de Moscovo além disso, sou moscovita da gema pois os meus pais eles também nasceram em Moscovo e até dois dos meus vovos nasceram em Moscovo

PRAVDA: Me diga...perto de Punta del Este, 139 km de Montevidéu, mora um bisneto do Leão Tolstoi, o Sacha Tolstoi.

DR. DMITRY BELOV: Está certo !!! Ele mora em Punta Ballena acho que é muito importante... para nós pois ele gera um diferencial atraindo bastante acima de tudo quanto gera o bisavô dele além disso ele é bisneto direto, leva sobrenome idêntico: Tolstoi, Alexandr "Sacha" Tolstoi; fora isso, ele também é escritor do jeito que ele diz é uma "doença familiar", a grande maioria dos Tolstoi são escritores e ele acaba nos ajudando bastante; faz pouco tempo em Novembro, o dia 9 de Novembro de 2010 a Embaixada lembrou o primeiro século da morte do Leon Tolstoi organizamos um evento muito importante na Chancelaria com apresentação de fotos, apresentação de um filme, pertence do Alexandr, acabou sendo muito interessante e foi muito atraente para a sociedade uruguaia,

PRAVDA: Qual é o relacionamento de jeito específico com ele e a coletividade russa toda no Uruguai? San Javier é o ponto de encontro da maioria da coletividade russa no Uruguai?Dr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu. 15410.jpeg

DR. DMITRY BELOV: Isso. Mesmo que não acredite anteontem déramos um pulo até San Javier tendo como objetivo participar das comemorações que ocorrem todo ano lembrando o aniversário da ancoragem dos primeiros imigrantes russos no porto antigo perto de San Javier na beira do Rio Uruguai e poderia dizer que a maioria das gerações mais novas que moram no Uruguai hoje são filhos dessa terrinha de San Javier.

San Javier foi a primeira fonte de divulgação dos russos pois em uma primeira etapa chegaram 300 famílias bastante, não acha? Levando em consideração que em aquela data as famílias tinham muitos membros alcançando uma média de 5 pessoas, ou seja, chegaram umas 1.500 pessoas, logo começaram espalhar-se em outras cidades uruguaias. Embora, San Javier, também nessa época acabou sendo imã atraente para todos aqueles russos que continuaram se aproximando ao Uruguai pois eles já estavam a par que tinha uma cidade "moldada" pelos russos. Então foi assim dessa forma que chegaram os "barbudos" esses crentes de longa data que acreditavam nessa doutrina religiosa que iam fundando pequenos povoados, primeiro um, logo, ia surgindo um outro povoado nos arredores de San Javier.

PRAVDA: Na faixa de quantos russos alcança a população russa no Uruguai?

DR. DMITRY BELOV: Vamos ver...na atualidade a gente acha que estão no eixo de 10.000 pessoas em oportunidades, torna-se difícil "chutar" dados com extrema exatidão pois no caso de San Javier temos pessoas de sangue russo, russo  da gema que infelizmente não fala russo mas muito teve a ver nessa situação a ditadura militar uruguaia na hora que eles ficavam apavorados e nem por acaso falavam russo sequer com os filhos precisavam liquidar todo livro escrito em russo pois viraram ameaça para eles mantê-los em casa.

PRAVDA: Dr. Belov...ainda muito jovem...como lembra aqueles dias de mudanças da antiga URSS comunista até alcançar à Rússia de hoje? Acabaram sendo mudanças mega importantes, não acha?

DR. DMITRY BELOV: Foram sim... muito volumosas e difíceis...importantes pois tivéramos que percorrer essa trilha, .tão comprida assim bem...complicado em apenas 10 anos, nada a ver com outros países que poderíamos chamar do mundo ocidental que investiram muitos decênios até séculos para atingir o alvo concretizando as mudanças... além de tudo, conseguíramos caminhar essa .trilha com sucesso e posso acrescentar que o padrão de vida na Rússia e bastante alto, no mínimo caso compararmos com o antigo padrão dava para perceber mesmo em toda família russa.

PRAVDA: Então a população...feliz da vida com a Rússia de hoje,  não é?

DR. DMITRY BELOV: Olha só...a população nem sempre está feliz de jeito absoluto. É óbvio que dá para comparar situações mas o nosso governo está com grau de aprovação muito alto.

PRAVDA: O Senhor tinha falado que o seu primeiro destino diplomático foi a Colômbia... então quantos são os russos da coletividade na Colômbia?

DR. DMITRY BELOV: Não temos tantos russos lá na Colômbia quanto temos aqui no Uruguai não houve aquela grande emigração mas poderia acreditar que os russos na Colômbia acho que estão na faixa de 1.000 pessoas a grande maioria estão na capital, Bogotá mas há russos em outras cidades como Medellín, etc. etc.

Dr. Dmitry V. Belov - Conselheiro Assuntos Políticos da Embaixada Russa em Montevidéu. 15411.jpegPRAVDA: Vou deslocar o Senhor para o plano esportivo, combinado? Eu já tinha dito que em 1967, aconteceu o V  Mundial de Basquete de Seleções Adultas sendo que Uruguai sediou o torneio de jeito específico a URSS participou na Serie "A" no Palácio Peñarol perante Peru, Japão e Argentina e a razão da mudança de sede de Bahia Blanca (Argentina)  para o Palácio Peñarol foi que as visas dos russos não foram aprovadas na Argentina. Mais logo teve mais 7 jogos na Série Final e virou Campeã e um uruguaio, Julio César Gómez, apelidado "el Negro", lhe deu o caneco aos russos pois ele furou as malhas para 2 pontos perante a Iugoslávia garantindo a vitória uruguaia qiuase no toque da campainha do final do jogo.

.O que poderia refletir quanto ao fato? Até houve um Sergey Belov vestindo a camisa russa.

DR. DMITRY BELOV: Com certeza...ele tinha o mesmo sobrenome da gente, é um basquetebolista famoso no mundo inteiro, então ao meu ver era e ainda é uma das páginas mais interessantes das relações russo-uruguaias e mais uma oportunidade o fato que um outro país não avaliou as visas aos nossos jogadores e o Uruguai aprovou confirmando que o Uruguai é um dos nossos parceiros de toda hora, mais estreitos, na América Latina toda e fica claro que vale a pena imaginar uma comemoração lembrando os 45 anos de uma vitória de uma seleção da União Soviética aqui no Uruguai nesse Mundial de Basquete.

PRAVDA: Vamos para um outro esporte... temos o Mundial 2018 na Rússia na frente e o Uruguai tem estourado tendo como marcação a quarta vaga conquistada na África do Sul 2010 reforçando com o título da Copa América Argentina 2011.

Será que o Comité Organizador do Mundial Rússia 2018 teria que ficar de olho no planejamento uruguaio?

DR. DMITRY BELOV: Por enquanto, tenho certeza absoluta que o Uruguai vai participar da Copa do Mundo em Rússia 2018...bem-vindo !!! Estou acreditando com bastante antecedência, percebeu? Então..acho que os laços entre os nossos países envolvidos com o futebol estão garantidos .confirmam os meus comentários o fato que muitos jogadores uruguaios vão jogar nos times russos e continuam jogando ainda hoje muitos jogadores novinhos que estão no meu país...acabamos sabendo mas em oportunidades não avisam mas eles ainda precisam tirar a visa e logo a gente sabe que o motivo da viagem é esse...então....com angular muito amplo acho que tendo lido nos jornais esportivos russos teríamos que focar a nossa atenção tentando tirar aproveitamento da experiência uruguaia quanto ao desenvolvimento do futebol;.isso envolve as escolas, ficar de olho nas crianças, ou seja, o esquema organizativo futebolístico total..Torna-se fundamental pois nesse segmento Uruguai é bem sucedido e temos muito para pesquisar; o avaliam os meus comentários foram as participações das seleções uruguaias Sub-17, Sub-20, etc. Resumindo, o futebol masivo aqui é excelente.

PRAVDA: Ainda muito novo...o que o Senhor lembra daquele jogo Uruguai 1 x URSS 0, na Copa do Mundo México 1970 ?

DR. DMITRY BELOV: Lembro sim. Lendo os jornais da época mas sei que o  jogo encerrou 1 x 0, que o nosso gol.foi cuidado pelo goleiro Anzor Kavazashvili,que houve um horror do árbitro da partida..."pequeno" mas deixa pra lá, O resultado final exprimiu justiça.

PRAVDA: Pode encaminhar uma mensagem para o JORNAL PRAVDA moscovita versão portuguesa? Será que pode ? Até poderia em russo !!! Lhe agradeço com antecedência.

(A mensagem foi encaminhada)

PRAVDA: Pode traduzir ?

DR. DMITRY BELOV: Estou querendo cumprimentar aos leitores todos e aos tevintes do site eletrônico PRAVDA.ru e augúrios de sucesso.

PRAVDA: Muito obrigado pela bem-vinda!!!

DR. DMITRY BELOV: Eu lhe agradeço !!!

O PRAVDA agradece o presente do Dr. Dmitry V. Belov. O livro que acabou lançando a Embaixada da Federação Russa em Montevidéu faz poucos meses. Traduzido para o português, intitulase: "Os russos no Uruguai: História e atualidade". Nesse livro muito teve a ver o nosso destaque da reportagem.

Prezados leitores: Acessando o site SOTAQUE TV podem assistir à reportagem do Dr. Dmitry V. Belov feita vídeo com legenda em português.

SOTAQUE TV

DR. DMITRY V. BELOV - REPORTAGEM - ENTREVISTA - INTERWIEW

http://sotaquetv.blogspot.com/

Gustavo Espiñeira

Correspondente PRAVDA.ru

Montevidéu - Uruguai

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular