Pravda.ru

Federação Russa

Putin conquista o mercado africano

07.09.2006
 
Putin conquista o mercado africano

O presidente Vladimir Putin terminou ontem a visita à Àfrica do Sul. Foi assinado o Tratado de Amizade e Parceria entre a Rússia e a República Sulafricana, que eleva as relações bilaterais a um nível qualitativamente novo.

Em primeiro lugar trata-se da interação para garantir uma ordem multipolar mais justa e democrática. Salienta-se a fidelidade dos dois países ao combate do terrorismo internacional e solução pacífica dos conflitos regionais.

No campo econômico as delegações de dois países assinaram vários protocolos, um dos quais garantindo o fornecimento de combustível nuclear russo à central nucle ar sul-africana de Koeberg durante os próximos 10 anos.

Foi assinada uma série de importantes acordos nas áreas da exploração de minerais e diamantes. O grupo das companhias russas Renova combinou com a United Menghini of Kalahari e a Corporação de desenvolvimento de Kuha a cooperação na exploração de jazidas de recursos naturais. Foi anunciada a construção, com capitais maioritariamente russos , de uma fundição de alumínio e de uma fábrica de ligas de ferro na África do Sul.

As companhias extratoras de diamantes – ALROSA russa e De Beers sulafricana, que em conjunto controlam 75 por cento do mercado mundial de diamantes., - irão cooperar no campo da prospecção geológica e projetos de produção.

O banco do comércio exterior da Rússia assinou documento de cooperação no campo do apoio da exporação com a Industrial development corporacion e Nedbank limited.


Foi declarado que companhia automobilística rusa GAZ de Nijniy Novgorod dispõe de considerável potencial de investimentos. Tem-se em vista os micro-ônibus Gazel, que tiveram bom desempenho na África do Sul. Este é um argumento de peso em apoio da organização de sua montagem diretamente na República Sulafricana .

Como asseverou Vladimir Pútin, em todas as direções – a ciência russa, a escola superior, os negócios – estão abertos para a ampla parceria com a RSA. Chegou a hora de ambos os países utilizar o colossal potencial de cooperação existente.

Ontem a noite o presidente russo chegou a Marrocos. Putin será obsequiado com um banquete pelo rei Mohammed VI no palácio r eal em Casablanca, a cerca de 100 quilómetros da capital, Rabat.
Durante a visita, Marrocos e a Rússia assinarão protocolos de cooperaçã o nas áreas do turismo, investimento e comércio, segundo revelou a embaixada rus sa em Rabat.

A Rússia representa apenas quatro por cento de expressão no comércio ex terno marroquino, mas, segundo analistas, Moscou está interessado em conquistar Rabat como um novo cliente da sua indústria militar.

Segundo os mesmos analistas, Rabat sente algum nervosismo em consequência das compras efectuadas pela Argélia de material de guerra russo avaliado em 3 ,5 mil milhões de dólares (2,7 mil milhões de euros), nomeadamente aviões de com bate SU 30M K e Mig 29 SMT, bem como aparelhos de treino Yak 130.

Putin tentará nesta visita acalmar os receios marroquinos e conquistar mais um mercado africano, salientou Alexei Malashenko, um analista do Centro Car negie em Moscou.


Loading. Please wait...

Fotos popular