Pravda.ru

Federação Russa

Geórgia quer relações amistosas

07.05.2008
 
Geórgia quer relações amistosas

Geórgia quer relações amigáveis com Rússia e está pronto para ter uma 'política flexível' com Moscou, mas não vai abandonar sua segurança nacional, disse o vice ministro das relações exteriores na quarta-feira.

"Estamos interessados em ter relações boas com a Rússia baseou em igualdade," disse Giga Bokeria aos jornalistas. O diplomata acrescentou : "A única coisa que é inaceitável para nós é melhorar as relações com a Rússia à custa da nossa soberania e interesses nacionais”.

As tensões entre Moscou e Tbilissi aumentaram desde que Vladimir Putin indicou laços mais próximos entre Moscou e as duas repúblicas separatistas dentro do território da Geórgia, Abkhazia e Ossetia Sul, em meados de Abril.

A Rússia, que administrou um contingente de manutenção da paz nas regiões separatistas desde os conflitos sangrentos nos 1990, despachou tropas adicionais a Abkhazia recentemente para deter o que chamou um plano militar ofensivo da Geórgia.

Tbilissi acusou os tropas russas de tomarem o partido dos separatistas.

O Ministro de Reintegração Timur Yakobashvili da Geórgia contou no início desta semana ao Parlamento Europeu em Bruxelas que Geórgia estava "muito próximo" de travar uma guerra com a Rússia. Comentando esta declaração, o enviado da Rússia à OTAN, Dmitry Rogozin, disse: "Geórgia está extremamente próximo a uma guerra, mas Geórgia é o culpado disto".

Abkhazia, juntamente com Ossetia Sul, separou da Geórgia no início dos anos 1990 seguindo a dissolução da União Soviética. Entre 10.000 e 30.000 pessoas foram mortas no conflito de Geórgia-Abkhazia e uns 3.000 em hostilidades entre Geórgia e Ossétia Sul. A Geórgia pretende recuperar controle sobre os dois “de facto” repúblicas independentes

Fonte: RIA Novosti

Olga SELYANINA

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular