Pravda.ru

Federação Russa

Câmara baixa do Parlamento russo será reeleita em dezembro

06.09.2007
 
Câmara baixa do Parlamento russo será reeleita em dezembro

  Na Rússia o  dia  2 de  dezembro é decaradoo como data de realização das eleições para a Duma de Estado, a câmara baixa do Parlemento. 

Durante os quatro anos que transcorreram após as eleições parlamentares anteriores, a legislação eleitoral da Rússia sofreu sensíveis alterações. Desta vez as eleições serão realizadas de acordo com um esquema totalmente novo.

 Todos os 450 deputados serão eleitos exclusivamente na base de listas apresentadas por partidos políticos e cada partido terá o grupo (fração) parlamentar em Duma proporcional ao número de votos obtidos. Note-se, que ao contrário das eleições anteriores, agora um partido deve obter não 5% dos votos dos eleitores mas no mínimo, 7% de acordo com a Voz da Rússia. 

Salta à vista mais uma circunstância. Desta vez o número de participantes potenciais da campanha eleitoral diminuiu quase duas vezes em comparação com as eleições de 2003. Naquele ocasião foram registrados 44 partidos. Nas futuras eleições irão participar 15 partidos políticos, pois é precisamente este o número de partidos registrados oficialmente na Rússia.

 Convém assinalar que o número de partidos, cujos nomes podem aparecer na cédula de votação, será publicado preliminarmente no dia 17 de outubro. É que precisamente até esta data que os partidos devem apresentar todos os documentos necessários. E a comissão eleitoral irá determinar até o dia 29 de outubro os partidos e os candidatos que terão a permissão de participar das eleições.

De acordo com as últimas sondagens da opinião pública, hoje em dia apenas quatro partidos têm chances reais de superar a barreira mínima de 7 %,aponta o perito Aleksandr Privalov.


Pode-se prognosticar alguns resultados logo hoje, sem incorrer no risco de cometer um erro muito grave. O partido pró-presidencial “Rússia Unida” irá não simplesmente vencer, mas, sim, vencer de uma forma cardeal e conquistar a simples maioria dos mandatos na próxima Duma. Durante os últimos sete – dez dias foram realizadas várias consultas à opinião pública e o resultado de todas elas foi aproximadamente este. Um pouco mais da metade dos eleitores que irão participar do pleito, pretendem votar em “Rússia Unida”.

Os dados obtidos divergem um tanto no que diz respeito à posição dos comunistas, dos democratas liberais e de mais um partido centrista – a “Rússia Justa”, mas, a julgar pelas consultas à opinião pública, no momento todos estes partidos têm chances reais de entrar em Duma. É, também, evidente que as duas forças da direita, que mesmo hoje não têm representação em Duma, não poderão obter o apoio necessário dos eleitores, segundo Aleksandr Privalov.


Nas futuras eleições parlamentares na Rússia haverá mais uma inovação: foi anulado o limite mínimo de comparecimento de eleitores a locais de votação. No entanto, se as eleições fossem realizadas no próximo domingo, de acordo com as consultas à opinião pública, aos locais de votação compareceriam 68% dos eleitores. Os sociólogos confirmam que o número dos russos que pretendem exercer o direito de voto nas próximas eleições, vem crescendo cada vez mais.


Loading. Please wait...

Fotos popular