Pravda.ru

Federação Russa

Geórgia tem planos de intervenção militar em Ossétia, diz Kokoity

06.08.2008
 
Geórgia tem planos de intervenção militar em Ossétia, diz Kokoity

Eduard Kokoity, líder dos efectivos da província da Ossétia do Sul em Geórgia disse na quarta-feira que a Geórgia está a planear uma invasão em grande escala da região antes do início de setembro. O líder da Ossétia do Sul disse hoje que as tropas georgianas abriram fogo contra duas aldeias na província separatista, ao mesmo tempo que efectivos da força de manutenção de paz russa tinham dito que oito aviões georgianos voaram sobre a região durante a manhã.

Geórgia nega as acusações, e diz que a situação no terreno é calmo. Eduard Kokoity disse ao embaixador britânico à Geórgia Denis Keefe: “Temos provas incontestáveis de que uma operação militar de grande escala vai começar aqui em setembro. Este é o plano da Geórgia actualmente a ser implementada pelo [presidente Mikhaïl] Saakashvili.”

O conflito entre a Geórgia e Ossétia do Sul intensificou na última sexta-feira à noite, quando forças georgianas atacaram o capital da Ossétia do Sul, Tskhinvali, deixando seis mortos outros 15 feridos. Centenas de mulheres e crianças saíram da província para a Rússia na semana passada.

Kokoity disse que as autoridades georgianas foram emitindo alertas para moradores de aldeias georgianas da Ossétia do Sul, que Tbilisi que irá tomar à força estas áreas em setembro. No entanto, ele disse que 'voluntários' a partir do estrangeiro irão inundar Ossétia do Sul e defender a província, no caso de um ataque georgiano em grande escala.

Geórgia nega os receios generalizados que a guerra vai eclodir na região, e diz que a Ossétia do Sul e a Rússia, tacitamente, que apoia a província, estão ambos a tentar criar uma falsa impressão da escalada de violência. Um alto funcionário de manutenção da paz da província separatista disse na quarta-feira que ele irá recusar a assistir a uma reunião bilateral com um ministro georgiano que havia sido marcada para quinta-feira.

Boris Chochiyev, que co-preside à Comissão Mista de Controlo Georgia-Ossétia para a resolução de conflitos, uma força multilateral, disse que não iria cumprir a reunião com o ministro georgiano Temur Yakobashvili, mas propôs que a comissão realizará uma sessão na sexta-feira, envolvendo todos os membros - Rússia, Geórgia, da Ossétia do Sul, e na província russa de Ossétia do Norte.

Geórgia rejeitou a Comissão Mista de Controlo como "obsoleta", e diz que a comissão da Ossétia do Sul favorece o espírito de liderança. Ossétia do Sul e outra república separatista, Abcásia, separaram da Geórgia logo após a dissolução da União Soviética em 1991, ganhando independência de facto após sangrentos conflitos com Tbilisi.

Fonte: RIA Novosti

Tradução: Olga SANTOS


Loading. Please wait...

Fotos popular