Pravda.ru

Federação Russa

Medvedev: Não é a culpa da Rússia que as relações com o Ocidente são tensas

04.09.2008
 
Medvedev: Não é a culpa da Rússia que as relações com o Ocidente são tensas

Presidente da Federação Russa admite que as relações com o Ocidente em geral e a OTAN em especial, já estiveram melhores mas desdramatiza a situação e declara que é óbvio que a União Europeia ainda não entende todas as acções da Rússia.

“Nós não (somos responsáveis pela tensão nas relações), em qualquer caso. No que se refere às relações da Rússia com a OTAN, eles não estão a atravessar o momento mais fácil agora, mas eu não dramatizo a situação. Penso que todas as chamadas para limitar a cooperação entre a Rússia e a NATO pode cortar de duas formas. Falando francamente, isso seria um golpe maior para os países da OTAN. Já manifestei a minha opinião sobre este assunto. Não vemos nada dramático ou algo tão difícil quanto a terminar estas relações se é isso que querem os nossos parceiros, mas penso que os nossos parceiros ficariam a perder mais.

“Quanto às relações entre a Rússia e a União Europeia, a decisão do Conselho Europeu de ontem demonstra duas coisas. Em primeiro lugar, os membros da UE não compreendem todas as acções da Rússia, e este é, obviamente, um motivo de preocupação para nós. Mas penso que podemos explicar a nossa posição e tornar claro que as acções que tomámos foram para alcançar objectivos dignos. Ao mesmo tempo, as decisões tomadas revelam que muitos países membros da UE querem cooperação construtiva e não vejo necessidade de aumentar a tensão nas nossas relações. O bom senso e a lógica que foram mostrados ontem prevaleceram nesta ocasião”.

Fonte: MRE da Federação Russa

Entrevista de Dmitry Medvedev com o canal italiano de televisão, RAI


Loading. Please wait...

Fotos popular