Pravda.ru

Federação Russa

Putin : Sou único verdadeiro democrata no mundo

04.06.2007
 
Putin : Sou único verdadeiro democrata no mundo

O presidente russo Vladimir Putin concedeu uma entrevista às agéncias antes da reunião do G-8 na Alemanha (04) e  afirmou que a Rússia nunca mais voltará ao regime de totalitarismo e que é "o único verdadeiro democrata no mundo" . Putin disse com ironia que "não tem mais com que conversar desde a morte de Mahatma Gandhi".

"Sou um verdadeiro democrata? Certamente, sou um verdadeiro e absoluto democrata", declarou em entrevista publicada nesta segunda-feira em oito jornais de países do G8, incluindo o russo Kommersant, antes da reunião de cúpula deste grupo que acontecerá em Heiligendamm (Alemanha) de 6 a 8 de junho. Putin, chateado  pelas acusações do Ocidente  da crescente concentração de poder do Kremlin e violação da democracia na Rússia, continuou ironizando : 

"A tragédia é que sou o único verdadeiro democrata do mundo." E depois sem ironia:" Vejam o que acontece na América do Norte. É horroroso: torturas, indigentes, Guantánamo, a detenção sem processo e sem investigação", comentou.

"Vejam o que acontece na Europa: violências contra os manifestantes, o uso de balas de borracha, gás lacrimogêneo em uma capital, a morte de um manifestante em outra", acrescentou, em referência à manifestações contrárias ao G8 na Alemanha e à morte de um russo em um protesto em Tallinn (Estônia) contra a transferência de um monumento soviético.

"Nem sequer me refiro ao espaço pós-soviético. Houve esperanças com os jovens na Ucrânia, pero se desacreditaram completamente e se orientam para a tirania", afirmou ironicamente o chefe de Estado do Kremlin, que sempre criticou a Revolução Laranja de 2004 em Kiev.

"Desde que Mahatma Gandhi morreu, não tenho ninguém com que conversar", concluiu.

Putin, disse também acreditar que a presidência da Rússia pode ser interessante por um longo período.

"Quatro anos é claramente um período curto".

"Tenho a impressão que na Rússia um governo de cinco, seis ou sete anos pode ser aceitável, mas o número de termos ainda podem ser limitados".

Putin não especificou se ele poderia tentar obter um recurso para extensão do mandato enquanto continua no posto. Ele tem rejeitado sugestões de alteração da constituição para habilitar o presidente a tentar mais do que dois governos.

As eleições presidenciais da Rússia acontecem em março de 2008. Putin não tem declarado sua preferência na sucessão e nem confirmado quem pode contar com sua influência.

 Сom AP, Efe


Loading. Please wait...

Fotos popular