Pravda.ru

Federação Russa

Para Otan as relações com a Rússia são mais importantes que o ingresso da Geórgia e Ucrânia

03.12.2008
 
Para Otan as relações com a Rússia são mais importantes que o ingresso da Geórgia e Ucrânia

A Otan decidiu reanimar o diálogo com a Rússia e não deu a luz verde à admissão da Geórgia e Ucrânia no Plano de Ação Individual para o Ingresso (MAP). Estes são os principais resultados da reunião dos chanceleres dos países, membros da Aliança, realizada em Bruxelas. O secretário Geral da Otan, Jaap De Hoop Scheffer, destacou a possibilidade de relançar “um diálogo informal no marco do Conselho Rússia-Otan” (CRO), o funcionamento do qual foi paralisado por causa do recente conflito entre a Geórgia e Rússia.

O chefe da Aliança declarou ter recebido dos países membros uma resposta positiva para reabertura “condicionada e gradual” do diálogo com Moscou. O embaixador russo na Otan, Dmitri Rogozin, deu a entender que o CRO poderia realizar uma reunião informal a nível de embaixadores “antes de finalizar este ano” . Rogozin destacou a diminuição da retórica anti-russa , incluindo por parte da delegação dos EUA. Segundo ele, para o Ocidente apareceu a ameaça muito mais séria a lidar que é a crise mundial financeira e econômica. “ Para sobreviver é preciso manter trégua”, disse.

Quanto à admissão da Geórgia e Ucrânia no MAP , o chefe da Otan reconheceu que ambas nações atingiram certos êxitos, mas ainda têm muito que fazer para cumprir com os registros do MAP. “Otan vai continuar a cooperação com estes países no marco do Plano”, disse.

“Ninguém sabe o que significa”, comentou Rogozin. “Fazem ao tempo mal uma boa cara. Em rigor, é uma denegação do MAP”, disse e concluiu que para Otan as relações com a Rússia tem agora a maior importância que o ingresso da Geórgia e Ucrânia.

A suposta adesão da Geórgia e Ucrânia ( países que são os centros de conflitos internos e externos) não alegra ninguém na Aliança, porque há próprios problemas a resolver.

“Se perguntam, porque os EUA não promovem a adesão à Aliança de México, por exemplo, mas de estes. E , além disso , os europeus assistem o que passa na Ucrânia no plano econômico e político. Europa não está em condições para manter a Ucrânia”, disse Ragozin.

As relações entre a Rússia e Otan foram congeladas depois da Geórgia atacar em agosto a Ossétia do Sul com objetivo de “restabelecer a integridade territorial”. Depois de Moscou enviar tropas para proteger a população civil, na maioria de cidadania russa , e o contingente de paz com o mandato da ONU, a Otan suspendeu as reuniões do CRO em todos os níveis. Rússia por sua parte também congelou vários programas de cooperação. Com tudo continuou a colaboração com a Aliança em tais áreas como Afeganistão, espaço aéreo e controle sobre armas convencionais.

 Por Lyuba Lulko

 


Loading. Please wait...

Fotos popular