Pravda.ru

Federação Russa

Experiência "Bangladesh" da Rússia

02.09.2008
 
Pages: 12
Experiência "Bangladesh" da Rússia

Por Babu G. Ranganathan

Nos anos 1970 o Paquistão, como nação, existia em duas partes geograficamente separadas, o Paquistão Ocidental e o Paquistão Oriental. O povo do Paquistão Ocidental, onde a capital ficava localizada, era etnicamente diferente do povo do Paquistão Oriental. O Paquistão Ocidental fazia fronteira com a Índia no Oeste e o Paquistão Oriental bordejava a Índia no Leste. As duas partes eram geograficamente separadas por um grande estiramento de Índia.

Os paquistaneses orientais queriam a independência porque não se sentiam tratados de modo equânime economicamente e sob outros aspectos. O ditador do Paquistão Ocidental, à época, resolveu dar uma lição aos paquistaneses orientais e mandou suas tropas as quais estupraram, mataram e chacinaram grande número de civis indefesos. O Paquistão Oriental afluiu para a vizinha Índia envolvendo, por fim, a Índia na guerra. A Índia derrotou completamente o Paquistão Ocidental e este tornou-se naquela que é hoje conhecida como a nação de Bangladesh.

O cenário acima, embora não o mesmo, é semelhante, sob certos aspectos, à situação de difícil equacionamento da Rússia em relação à Geórgia. O Ocidente não deveria estar criticando a Rússia e, sim, repreendendo a Geórgia! O mundo inteiro deveria estar repreendendo a Geórgia.

Foi a Geórgia que mandou tropas militares apoiadas e treinadas para matar grande número de russos indefesos na Ossétia do Sul, os quais desejavam independência da Geórgia. A Rússia enviou tropas para pôr fim à chacina de seu próprio povo! Trata-se de uma vizinhança da Rússia e a Rússia tem o direito de defender seu povo. Nós é que não temos o direito de estar lá dando treinamento militar e armamentos à Geórgia.

Por que está o Presidente Bush antagonizando a Rússia mediante expandir a OTAN, e por que deseja erigir mísseis em países vizinhos da Rússia? A Rússia não é mais a União Soviética. Foi a Rússia, antes de tudo, que deixou aqueles países vizinhos tornarem-se livres e independentes. A Rússia é, agora, democrática. Então por que, Senhor Presidente, o senhor quer expandir a OTAN e firmar tratados de escudos de mísseis com os vizinhos da Rússia?

O Presidente Bush e seu gabinete não têm entendimento das complexas questões de ordem social, política e internacional, seja no Iraque ou no Irã, Paquistão, Afeganistão, onde for. O Presidente Bush mentiu (não meramente equivocou-se, e sim mentiu) e toldou e divulgou "evidências" para servir a seus propósitos. Ser pró-vida não o exonera dos males e enganos que ele cometeu.

Eu pensei que era piada ele ter ido à guerra contra o Iraque por causa de petróleo oil , mas agora as companhias de petróleo estadunidenses estão recebendo ofertas de arrendamento barato e lucrativo de longo prazo de campos de petróleo no Iraque. Podem fazer os cálculos.

Leiam o excelente artigo de Mikhail Gorbachev criticando a reação do Ocidente à Rússia (Podem ler o artigo aqui here ).

Sem dúvida, a NRO (National Review Online) classificará minhas simpatias pela Rússia como liberais, como se toda a verdade fosse propriedade só dos conservadores. Que ridículo! A propósito, só para ciência da NRO, sou cristão, biblicamente conservador e pró-vida. Sou indiano-estadunidense, cidadão dos Estados Unidos da América, país que amo mas não acredito seja infalível ou sem defeitos. Só Deus enquadra-se nessa descrição.

O fato é que Gorbachev é um homem humilde sem qualquer laivo de egoísmo em seu caráter. Ele foi o instrumento precípuo da dissolução da ex-União Soviética. Se ele fosse orgulhoso ou arrogante, ter-se-ia tornado ditador, o que não foi. Eu concederia antes o benefício da dúvida à sabedoria de Gorbachev do que aos ditos "infalíveis" institutos conservadores de pesquisa interdisciplinar do Ocidente como a NRO.

A ex-república soviética da Geórgia, com sua recente arrogância apoiada pelos Estados Unidos, fez o primeiro movimento ao atacar maciçamente os cidadãos russos na província da Ossétia. Oh, agora entendo. Está certo a Geórgia querer independência da ex-União Soviética que a Rússia controlava, mas não está certo os russos da Ossétia quererem independência. Que lógica!

Por que não podia a Geórgia concordar, como Gorbachev disse, com uma federação flexível de ambas? Mas não, os orgulhosos georgianos não querem nada menos do que o controle absoluto. Os georgianos começaram a matança de inocentes com seu maciço poderio militar treinado e apoiado pelos Estados Unidos. A Rússia reagiu. O que mais poderia ter feito, ao ver milhares de pessoas de seu própio povo sendo implacavelmente chacinadas e mortas?

Se a Rússia fosse realmente imperialista, teria continuado na Geórgia e o Ocidente não poderia fazer nada a respeito. Admita, Ocidente, a Rússia não está sempre errada, e os Estados Unidos não estão sempre certos!

O que temos é simplesmente uma administração estadunidense arrogante, não esclarecida, inculta, que não entende as complexidades sociais, políticas e culturais de nosso mundo, seja no Iraque, no Afeganistão, no Paquistão, e onde mais for. O problema, neste caso, não é a Rússia estar sendo imperialista, e sim a presente administração dos Estados Unidos estar sendo simplista!

Leiam o fantástico artigo de Gorbachev e meditem antes de acusar a Rússia e a Ossétia! Esta é uma tragédia para todo mundo. Os Estados Unidos não precisam exacerbá-la!

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular