Pravda.ru

Federação Russa

Daqui a 200-300 anos na Terra não haverá russos

02.06.2006
 
Daqui a 200-300 anos na Terra não haverá russos

 Na Rússia   observa-se uma redução da população. Daqui aos 200-300 anos na Terra não haverá os russos, é o prognóstico das cientistas  do Centro de Estudos Regionais  da Acadêmia de Siências da Rússia.

 Segundo a especialista do Centro Daria Jalturina no primeiro trimestre deste ano morreram 585,8 mil pessoas e nasceram 352,7 mil.  A situação económica não é favoravel para o crescimento da natalidade. 22 por cento da população moram na miséria. No País anualmente morrem 500 mil pessoas por falta da assisténcia médica. Mais de metade da população activa  anda na bebedeira. 


  Numerosas pesquisas indican que as raizes da alta mortalidade na Rússia estão no alcoolísmo. Por exemplo, uma pesquisa realisada  na província de Izhevsk, centro administrativo da República de Udmúrtia, resultou, que 62 por cento dos homens da idade activa  morreram em estado de embriaguez. O mesmo acontece em toda a Rússia.

Entre a esperança de vida e o consumo de alcool existe uma directa correlação. Durante a campanha antialcoólica dos anos 1985-1987 realizada por Mikhail Gorbchev foi registada  mais alta esperança de vida na história da Rússia: 64,9 anos entre os homens e 74,6 entre as mulheres.

Segundo sientíficos uma de cada tres mortes na Rússia esta relacionada com o alcohol , pois isto não só por intoxicações,cirroses e pancreatites. O alcool  muda a conduta, nesse estado susedem  accidentes ,  assasinatos, suicídios, ataques de coração e  hemorragias cerebrais.


Loading. Please wait...

Fotos popular