Pravda.ru

Federação Russa

Polícia irlandesa inicia a investigaçáo do envenenamento de Gaidar

01.12.2006
 
Polícia irlandesa inicia a investigaçáo do envenenamento de Gaidar

A polícia irlandesa iniciou a investigação da doença misteriosa do ex-primeiro ministro russo Egor Gaidar, comunica o serviço de imprensa da polícia , segundo CNN.

Entretanto , os médicos russos confirmaram ontem a causa da doença do ex-primeiro ministro russo Egor Gaidar ser um envenenamento pela uma substância ainda não determinada . Mas não trata-se de um envenenamento alimentar.


“ Os médicos russos consideram, que Egor Gaidar tem sintomas de um envenenamento não natural . Eles enviaram um pedido aos seus colegas irlandeses sobre os dados de andamento da cura de Gaidar em Dublin”, disse ontem ao canal da televisão russo NTV um porta-voz de Igor Gaidar.


"Os médicos", sublinhou Maria, a filha do antigo primeiro- -ministro de Boris Ieltsin, "não encontram outra explicação para o estado de saúde do meu pai que não seja a do envenenamento por substância desconhecida". Mas que poderá ser detectada até ao início da próxima semana, quando for elaborado o diagnóstico do estado de saúde de Gaidar.


Do pouco que se sabe sobre este caso, sabe-se que Gaidar começou a sentir-se mal na sexta -feira, quando se encontrava na Irlanda para participar numa conferência. Nesse dia, o ex-primeiro-ministro foi acometido de vómitos e perdeu sangue, tendo sido internado num hospital de Dublin. Dois dias depois, sentindo-se melhor, regressou a Moscovo, onde voltou a ser hospitalizado, sem que, até ao momento, pareça existir um diagnóstico preciso sobre o seu estado de saúde. Segundo Maria,a seu pai parecia ter bebido “um chá não gostoso” no pequeno almoço em Dublin.


Maria Gaidar declarou ontem à BBC que o pai foi vítima de "envenenamento político", considerando não existirem razões pessoais ou outras que justificassem tal acto.

 Entretanto todos os assessínios "políticos" na Rússia,  por exemplo, de deputados da Duma , Galina Starovoitova, ou  Serguei Yushchenkov, têm a  explicação banal. Starovoitova foi assasinada por levar consigo uma  soma significativa em dinheiro, e Yushchenkov  por não dividir com seu colega do partido as funções de  tesoureiro partidário.   


Na mesma entrevista, a filha de Igor Gaidar teve, contudo, o cuidado de não responsabilizar as autoridades russas, revelando que o Presidente Putin tinha telefonado ao ex-primeiro-ministro, inteirando-se do seu estado.



Loading. Please wait...

Fotos popular