Pravda.ru

Federação Russa

Rússia lança míssil balístico RS-20B para colocar na órbita satélite da Tailândia

01.10.2008
 
Rússia lança míssil balístico RS-20B para colocar na órbita satélite da Tailândia

As Tropas Estratégicas (TE) da Rússia informaram esta quarta-feira (01) sobre o lançamento de um míssil balístico intercontinental RS-20B "Voevoda" destinado colocar em órbita o satélite intercontinental de observação TEOS, que pertence à Tailândia.

“ O lançamento do míssil balístico intercontinental RS-20B foi realizado às 06.37 GMT desde uma base militar na região de Orenburgo ( os Urais), indicou Alexandr Vovk, o porta-voz das TE , segundo Ria-Novosti.

Explicou que o lançamento do míssil forma parte do programa para reconversão de mísseis balísticos RS-20B "Voevoda” em foguetes “Dniepr” da classe ligeira da aplicação civil.

A Rússia começou a transformação dos mísseis RS-B em portadores “Dniepr” em 1998 , de acordo com um programa para a reconversão de seu arsenal nuclear.

A reconversão e comercialização dos mísseis “Satana” em foguetes “Dniepr” está ao cargo da empresa russo-ucraniana “Kosmotras” controlada pelas entidades estatais de ambos países e conta com  a participação das empresas do Cazaquistão e Turcomenistão.

Segundo Kosmotras, desde ano mencionado foram efetuados 12 lançamentos de foguetes “Dniepr” que colocaram na órbita mais de 45 satélites pertencentes às empresas da Rússia, Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha, Itália , Japão, Egito, Arábia Saudita , Malásia e Colômbia.

Com 36,5 metros de largura , e 211 toneladas de peso, os RS-20 (os RS-20B, segundo a classificação da Otan , podem transportar até 10 ogivas nucleares , cada um com um sistema de guiado autônomo.

Na nomenclatura do mísseis balísticos em poder da Rússia e EUA, os RS-20B são os foguetes nucleares maiores e mais pesados do mundo e suas ogivas com uma potência de 0,55 e 0,75 megatons podem destruir objetivos a distâncias de até 11.000 quilômetros.


Loading. Please wait...

Fotos popular