Pravda.ru

Federação Russa

Entrevista de Putin à CNN

01.09.2008
 
Pages: 12

eração normal e ver uma atitude de respeito para conosco e nossos interesses," disse Putin.
O Grupo dos Oito é inferior sem a China e a Índia, disse Putin em sua extensa entrevista.
"O Grupo dos Oito é uma organização inferior em sua presente condição. É impossível imaginar o desenvolvimento normal da economia mundial world economy sem convidar a República Popular da China ou a Índia," disse o premier russo.

Respondendo a pergunta acerca da possibilidade da exclusão da Rússia do clube G8, Putin colocou em questão a efetividade das atividades do G8 sem a Rússia em campos tais como a luta contra o terrorismo, drogas, doenças infecciosas e prevenção da proliferação de armas de destruição em massa.
"Creio que não se devia pensar nisso e não se devia assustar ninguém com isso. Não é atemorizador em absoluto. Só se deveria tentar analisar a situação adequadamente, olhar para o futuro e estabelecer relações normais tratando os interesses uns dos outros com respeito," disse Putin.

Putin acrescentou que a Rússia ainda tem esperança de estreita cooperação com outros estados, embora deva ser cooperação em condições de igualdade.
"Queremos viver em paz e harmonia. Queremos trabalhar normalmente em todas as direções – em segurança internacional, desarmamento, luta contra o terrorismo e contra as drogas, na questão nuclear iraniana e norte-coreana; estamos já prontos para tudo isso," disse Putin.
"Entretanto, queremos que esse trabalho seja honesto, aberto, baseado em parceria, não em egoísmo," disse o premier russo.

Putin acredita que a Rússia pode cessar sua cooperação com o Ocidente a respeito do programa nuclear iraniano em certas circunstâncias.

"Se ninguém quer falar conosco a respeito dessas questões e se a cooperação com a Rússia não é requerida nesse particular - bem, eles podem trabalhar sozinhos, ora essa," disse ele.
Putin foi particularmente enfático ao expressar sua opinião a respeito da mídia ocidental influenciada pelo estado, proporcionando informações falsas a respeito do conflito na Ossétia do Sul.

"Quanto à percepção dos eventos na Ossétia do Sul pelo público em geral, isso depende em grande medida de como os políticos manipulam a mídia e como afetam a opinião pública no mundo. Nossos colegas dos Estda garota estadunidense de origem osseta, Amanda Kokoyeva, e a tia dela, na Fox News.

"Ele [o apresentador] interrompia-a continuamente. Logo que não gostava do que ela estivesse dizendo, começava a interrompê-la, começou a tossir e a pigarrear. Estava pronto a sujar as calças e a fazê-lo expressivamente, para fazê-las parar de falar. É essa uma apresentação de informação honesta e objetiva? É isso que eles chamam de informação? Não, não é. Isso é informação tendenciosa," disse Putin.

Pages: 12

Fotos popular