Pravda.ru

Federação Russa

Beslan assinala o aniversário da tragédia

01.09.2006
 
Beslan assinala o aniversário da tragédia


A cidade de Beslan da república da Federação Russa, Ossétia do Norte ,  e toda a Rússia assinalam hoje o aniversário da tragédia de há dois anos, quando os bandidos fizeram mais de 1 400 reféns entre alunos e seus pais reunidos para o primeiro dia do ano letivo.

 A ação terrorista deixou um saldo de 333 pessoas mortas. Todos os assaltantes foram liquidados na operação de resgate. O único sobrevivente foi condenado à prisão perpétua.

Na quinta-feira, no cemitério de Beslan foi inaugurado um monumento aos elementos das tropas para missões especiais do Serviço Federal de Segurança e aos socorristas do Ministério de Defesa Civil mortos na operação de libertação dos reféns em setembro de 2004.

 É um conjunto escultural composto de uma réplica de colete blindado em cima de um manual escolar e protegendo um brinquedo infantil. Ao lado jaz um capacete dos que são usados pelos soldados das tropas para missões especiais.

 Hoje, nesse cemitério foi rezada uma missa de réquiem e se realizou uma cerimônia funebre, ambas em homenagem aos mortos na tentativa de salvar os reféns. No próximo domingo, às 13:05 locais (10:05 de Lisboa), será guardado um minuto de silêncio em todo o território da Ossétia do Norte.

A essa hora, em 03 de Setembro de 2004, duas explosões no ginásio desencadearam o tiroteio entre o comando terrorista tchetcheno, que retinha 1.251 pessoas na escola, e as forças de segurança, que lançaram o assalto.

Tal como no aniversário anterior, serão também lançados aos céus 333 globos brancos, em memória das vítimas.

Intrfax


Loading. Please wait...

Fotos popular