Pravda.ru

Federação Russa

Rússia comemora Dia do Trabalho mais como o Dia da Primavera

01.05.2007
 
Rússia comemora Dia do Trabalho mais como o Dia da Primavera

Desde 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional. Além de Dia do Trabalho, o 1 de Maio é comemorado como Dia da Primavera.
Hoje até 50 mil militantes de mais de 15 partidos e movimentos realizam hoje em Moscou diversas manifestações comemorando a Festa, informaram as autoridades da capital russa.

A Polícia moscovita mobilizou cerca de 15 mil agentes e soldados das Tropas do Interior para garantir a segurança e a ordem. Em todo o país, são 225 mil.

O maior ato, curiosamente, foi organizado de forma conjunta pelo partido do Kremlin, Rússia Unida, e pela Federação de Sindicatos Independentes. Mais de 20 mil pessoas foram reunidas sob o lema "Pelos direitos dos trabalhadores, por uma vida digna".

Os sindicatos pretendem reunir até 2 milhões de assinaturas para reivindicar do Governo programas para erradicar a pobreza, além de um aumento nas pensões dos aposentados. Outra reivindicação é o fim das altas de preços nos serviços de saúde e educação.

Os comunistas se aliaram à liberal Frente Cívica Unida( (Garry Kasparov) e à coalizão de oposição Outra Rússia ( Serguei Mironov). Eles vão denunciar a involução democrática no país, a restrição dos direitos eleitorais, da liberdade de palavra e reunião, a burocracia e a corrupção.
Num comício à parte, o partido liberal Yabloko, defensor dos direitos humanos, se alia aos verdes numa manifestação "pela liberdade e justiça, contra um Estado policialesco, a censura e a corrupção dos funcionários".

Grupos de diferentes organizações juvenis (“ Nachi”, “Molodaya Guardia”, “Mestnye”) aproveitam o dia para protestar em frente à embaixada da Estônia, que declaram um Estado "fascista". O motivo do protesto é o desmonte de um monumento aos soldados soviéticos em Tallinn, capital estoniana.

Em Moscou também se manifestaram ultranacionalistas radicais como a Aliança Eslava, o Movimento Contra a Imigração Ilegal e a União Euroasiática. Os militantes das organizações gritaram palavras de ordem como "Rússia para os russos".

Enquetes demonstram que o grosso da população prefere descansar no feriado, descartando as reivindicações no tradicional Dia do Trabalho.
Segundo uma pesquisa, 35% dos russos vêem o 1 de Maio antes de tudo como uma oportunidade de se reunir com seus parentes e amigos; outros 24% aproveitam o feriado para trabalhar nas suas "dachas" ( fazendas de pequena dimensão) ; e o resto se dedica a excursões, passeios e jantares festivos .


Loading. Please wait...

Fotos popular