Pravda.ru

Federação Russa

O Afeganistão da OTAN: O campeão de produção de drogas

01.04.2010
 
O Afeganistão da OTAN: O campeão de produção de drogas

Nós realmente temos que tirar os chapéus e dar os parabéns à OTAN. Essa camarilha dos lobistas de armas e defensores dos “jobs for the boys” invadiram o Afeganistão em 2001 sob o pretexto de que Osama bin Laden estava usando o país para atacar interesses ocidentais. Quase uma década depois dos Talibã declararem guerra contra a produção de droga, o Afeganistão da OTAN no não é apenas o maior produtor do mundo de ópio, mas agora, de haxixe também.


Mullah Omar, o líder dos Talibã, declarara em entrevista ao jornal paquistanês Dawn em 1998 que o E.U.A. iria invadir o Afeganistão, porque ele se recusou a deixá-los construir um gasoduto através do seu país em troca de 5 bilhões de dólares. Ele estava certo. A invasão ocorreu três anos depois de os dois aviões voaram contra as Torres Gêmeas, depois do avião pousar na porta de entrada do Pentágono, conseguindo evitar dois postes de electricidade com suas asas sem produzir um único pedaço de evidência.


200 toneladas de metal vaporizado. Só nos Estados Unidos da América, é obra!


E quase dez anos depois, a coligação considerável da OTAN não conseguiu ganhar o controle do Afeganistão, o Presidente instalado pela OTAN, Karzai, está protestando contra seus mestres, porque ele foi acusado de corrupção e considera que é culpa deles (pois…) e agora vamos aprender com a Organização das Nações Unidas que o Afeganistão da NATO, já depois que conseguiu ser o fornecedor mundial de ópio líder, tornou-se o produtor recorde de haxixe também.


Uau!, OTAN 2 População mundial 0. Que se lixem as famílias, pois não? É por isso que eles insistiam em expansão para o leste (depois de dizer que não) para criar novos mercados? E o que dizem os países membros?


O Gabinete das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), em seu relatório Afeganistão Cannabis Survey, divulgado nesta quarta-feira, estimou que entre 10 e 24 mil hectares de maconha por ano são cultivadas no Afeganistão. Não é só a cifra que é chocante, pior ainda é a afirmação de que essa produção tem lugar em metade das 34 províncias do país.


O Diretor Executivo do UNODC, Antonio Maria Costa, declarou no relatório que "o rendimento surpreendente da cultura cannabis no Afeganistão faz do Afeganistão o maior produtor mundial de haxixe, estimado entre 1.500 e 3.500 toneladas por ano", sendo 145 kg por hectare, em comparação com os 40 kg. de Marrocos. Cannabis produz 3,900 USD de rendimento por hectare, em comparação com ópio – 3.600 USD.


O relatório da ONU afirma que existem centros comerciais de cannabis e ópio em todo o país.


Então, expliquem por favor o que está a OTAN a fazer no Afeganistão, onde os talibãs eram supostos renderem-se há dez anos atrás e ainda não o fizeram, onde a produção de heroína aumentou nada menos que 40 vezes no mesmo período e agora reivindica o Afeganistão a fama de ser recordista mundial de ópio e produção de cannabis. É por isso que os países-membros da OTAN lambem as botas do mestre? E já agora, quem votou pela OTAN controlar a política externa?


Timothy BANCROFT-Hinchey
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular