Pravda.ru

Notícias » unknown


O Planeta Louco

29.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os aeróbicos se adaptam à superfície terrestre ou marítima, navegando no fundo de um mar de oxigênio. Os anaeróbicos se aprofundam na crosta ou nas profundezas dos oceanos. Todos suportam pressões fantásticas.

Entre as diversas espécies de aeróbicos, os humanos dominam o planeta. Disputam a posse do planeta usufruindo seus recursos e produzindo lixo, poluição, destruição tal como a melhor praga.

Precisam ser controlados para evitar catástrofes gigantescas. Inventaram regras para a obediência da grande massa. No entanto, os donos do sistema fazem o que bem lhes aprouver.

Possuem alguma inteligência e sensibilidade. São capazes de comparar, analisar, criar. Estão programados para a autodestruição. Gostam de matar-se uns aos outros.

Os poderosos produzem armas de destruição em massa de todo tipo e abrangência: química, eletrônica, nuclear, biológica, altamente mortíferas. E cuidam para que os demais não consigam dominar estas tecnologias.

De vez em quando, bombardeiam alguns povos indefesos para mostrar aos demais quem manda. É uma espécie de senha.

Só há um jogo: ficar do lado do poder. Tanto faz se por boa vontade ou conveniência. É lógico que predomina os jogos de interesses.

A maioria é escrava da minoria. De vez em quando, permitem que algum pobre coitado da maioria seja alçado ao grande jogo da minoria. É interessante manter a esperança de que todos podem chegar ao céu.

Na verdade, é um jogo de faz de conta.

Se a maioria se organizasse poderia virar o jogo melhorando a qualidade dos humanos. É uma utopia. Os humanos não conseguem se entender. Se um quer redondo, outro quer quadrado.

O final da história é previsível. Mais cedo ou mais tarde vão conseguir implodir o planeta.

Existem outras vidas no universo estelar. Em alguns sistemas os viventes perduram em equilíbrio. Os humanos procuram contato para descobrirem os segredos da harmonia.

Geneticamente, são loucos. Praticam a antropofagia. A palavra vem do grego.

Antropós é homem e fagós é comer. Predomina o gene do mal.

No momento, tramaram um golpe terrível. Chamam de terroristas os que lutam contra os donos do poder. A cada ação dos coitados, capazes de se auto-explodirem, os donos do poder despejam suas armas de destruição em massa, aplaudidos pelos dominados.

É um paradoxo. O terror praticado pelos donos do poder é oficial, aceito e aprovado. Destrói muito mais. Segrega. Desterra. Os que lutam contra o poder supremo são considerados idiotas. Por isso são perseguidos, procurados e qualquer indicação vale recompensas valiosas.

Dizem que vivem escondidos nas cavernas. Alguns se infiltram entre a maioria.

Outros se camuflam entre as religiões. A maioria é inventada.

Definitivamente, o planeta é louco.

Orquiza, José Roberto

 
2977
Loading. Please wait...

Fotos popular