Pravda.ru

Notícias » unknown


NOVA GUERRA

29.01.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A ocupação ilegal do Iraque através das forças da coalizão chegou a um ponto crítico. Uma nova guerra está instalada no Iraque. É uma guerra civil. Sunitas, xiitas, curdos e outras descendências religiosas e políticas se confrontam de forma incontrolada.

Na época do governo Sadam as forças oponentes estavam equilibradas. O processo acelerado das eleições impostas por Bush, o patrão dos iraquianos, acendeu o estopim da divisão interna de poder.

Os estrategistas da coalizão parecem sábios. Eles entendem apenas do capítulo referente às armas de destruição em massa e dos benefícios de pirataria internacional do ouro negro, propriedade inconteste do povo iraquiano.

Qual é a responsabilidade dos líderes da coalizão? Sem resposta.

Ao invés de restabelecer a paz e o equilíbrio entre os povos, os senhores do mundo semeiam guerra, discórdia, perseguição, violando direitos humanos, direitos universais, direitos básicos de convivência.

Mentiram de forma flagrante e ninguém reage. Por educação, deveriam retificar publicamente suas inverdades. Falta muita personalidade e coragem para assumir erros grotescos e terríveis pelo número de pessoas exterminadas injustamente.

Esses mesmos senhores fingem chorar o holocausto enquanto protagonizam novo holocausto. São indescritíveis as verdades escondidas em Guantânamo ou Abu Graib.

É difícil avaliar o comprometimento do sistema de justiça internacional. De fato, a justiça comete o pecado de omissão perante os flagrantes de violação das legislações vigentes, aceitas, aprovadas e assinadas pelos próprios países afiliados às nações unidas.

As guerras civis são muito mais terríveis que as guerras feitas pelos americanos. Irmãos lutam contra irmãos. Elas só terminam quando um dos grupos consegue exterminar o outro. Foi assim na Guerra Civil Espanhola. Foi assim em Kosovo. Foi assim na Angola. É assim em muitos países e povos africanos.

No meio de toda esta irresponsabilidade promovida pela coalizão, começam a falar em retirada estratégica. Já semearam o mal. Até demais. Não conseguem preservar os padrões mínimos de segurança.

Todos os grupos lutam contra todos. Sunitas brigam com xiitas, que brigam com curdos, que brigam com americanos. As crianças iraquianas nem imaginam a falta de responsabilidade dos senhores do mundo. Daqui a vinte anos vão conhecer a verdade da mentira, do assalto ao petróleo, da mortandade patrocinada pelos falsos defensores da paz, do equilíbrio, da democracia, da liberdade.

Não há condições para a realização de qualquer eleição no Iraque. O mundo inteiro conhece a importância de um processo livre, transparente, justo. O cenário é totalmente oposto. Os votos de quem quer que seja serão contado quantas vezes desejar o grupo interessado na vitória. Os escrutínios são duvidosos. Os vencedores serão resultantes de fraudes. Esta é a democracia defendida pelo senhor Bush.

Quem denuncia a guerra civil é o coordenador geral australiano no Iraque. Um parceiro da coalizão.

Tudo está fora de controle. Salve-se quem puder.

Orquiza, José Roberto escritor workisa@hotmail.com

 
3245
Loading. Please wait...

Fotos popular