Pravda.ru

Notícias » unknown


Reclamações do consumidor

28.08.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Senhores,

Comprei um pacote de cenouras há dois dias. Coloquei no frigorífico. Hoje, 48 horas após a compra, nem se aproveita um milímetro. Podres e fedorentos. Telefonei ao Pingo Doce e perguntaram-me se tinha o talão de compra. Claro que não. Depois disseram para eu levar as cenouras. Eu? Levar um pacote fedorento de legumes em descomposição e podres dum lado para outro?

Como reagir? J.C.P. Lisboa Portugal

Caro amigo,

Soube que a situação aconteceu em Portugal antes de ler seu endereço. Isto aqui é um oásis de desconfiança. O cliente é encarado como um possível assassino, ou gatuno, um desprezivel que anda a pisar as galerias pristinas do supermercado por um motivo extranho.

Veja, na entrada dos supermercados nos grandes espaços em Portugal, até tem guardas que tiram as malas das senhoras, tiram os sacos de todas as pessoas que entram e selam com fita colante.

Porquê?

Para que não roubem os produtos.

Eu pessoalmente relatei este comportamento em 17 países onde viajei nos últimos 12 meses e posso dizer categóricamente que a reacção foi a mesma em todos: se é assim que tratem os clientes, por quê razão é que as pessoas continuam a fazer as compras lá?

Pois, para nós, estranjeiros, tal atitude é um insulto dirigido à pessoa que entra no espaço. Eu por exemplo, nunca mais entrei no Supermercade Continente no Colombo em Lisboa depois de insistirem na entrada que selassem a minha pasta pessoal com fita. Se acham que eu vou roubar, prefiro nunca mais fazer compras lá, o que já deve ter custado ao Continente uns dezenas de milhar de Euros em compras perdidas.

Como nosso leitor deve proceder, foi a pergunta que nos enviou. Bem, se estivesse no Brasil ou na Inglaterra ou França ou Alemanha, simplesmente dirigiria sua reclamação à gerência do supermercado e receberia pelo menos o mesmo produto sem qualquer dúvida, sem qualquer recriminação. Até talvez receberia um pedido formal de desculpas e cupões para comprar mais produtos no recinto.

Em Portugal, se não levar o recibo de compra e/ou o produto, nunca vão dar o benefício da dúvida. São os campeões de desconfiança. Acham que cada cliente irá roubar ou furtar ou enganar.

Cada vez que faz as compras, inspeccione tudo rigorosamente, para ver se a data "consumir até" esteja bem visível, guarde o recibo e não deite fora nada que compra, nem que esteja podre.

Eu já cometi o erro de comprar uma sapateira seis meses fora de prazo, sem ver a data, e quando reclamei no dia seguinte, a resposta foi "Ha! Não morreu, pois não?"

Quando comecei a falar mais grosso, a resposta foi "Bem essas datas não querem dizer nada...são números, percebe, que a União Europeia nos obriga a colocar, mas isso é números, não quer dizer nada".

Pois bem, nosso amigo, se não tiver o recibo e o produto, vai ser encarado pelo Pingo Doce como um intruso, um ladrão, um gatuno, um indesejavel...

O conselho que dou a si é se é assim que esse supermercado o trata, vote com os pés.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
3174
Loading. Please wait...

Fotos popular