Pravda.ru

Notícias » unknown


O MUNDO PODRE EM QUE VIVEMOS

25.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Declaro que a imprensa mundial é racista e provo, que a imprensa mundial é racista.

Declaro que os principais jornalistas do mundo são racistas e provo, que os principais jornalistas do mundo são racistas. Vamos às provas.

Quando 1 milhão de ruandeses Tutsi foram assassinados pelos Hutus em um dos maiores genocídios presenciados pelo mundo no menor espaço de tempo ou seja, em alguns dias, o noticiário internacional não ocupou nem a milionésima parte do tempo ocupado com o atentado do “World Trade Center”.

Por acaso sabemos, pelo menos os nomes de algumas das vitimas? Os nomes dos mandantes? Por acaso a ONU reagiu com energia contra esse absurdo? Não, apesar dos mortos serem da mesma raça da do secretário geral desta organização.

O secretário geral da ONU não teve raça nem para defender a sua raça.

Em Kosovo, onde as nações, ditas civilizadas, não conseguiram ver crianças lourinhas, muito bem vestidas e alimentadas, fugindo de suas casas até de táxi (pobre coitadas), reagiram à situação bombardeando Belgrado e mandando imediatamente tropas para protegerem os civis. Chora-se quase diariamente os mortos do “World Trade Center”, homenageando-os em milhares de artigos e programas televisivos, mas... a nossa “querida” imprensa e os nossos “queridos” jornalistas não conhecem sequer o nome de uma das centenas de crianças mortas por soldados israelenses, por estarem jogando pedras nesses super-homens, que se acovardavam quando os nazistas escarravam em suas caras.

Onde se escondeu o mundo decente?

Onde se esconderam os jornalistas que lutavam por justiça e direito, oferecendo ate suas vidas pela causa?

Os negros da África não são considerados pessoas e o secretario geral da ONU o sabe muito bem, assim como o sabem os negros da América do Norte, da Europa e do Brasil, mas nada fazem em defesa deles. Quando pergunto: por quê? Respondem-me que precisam primeiro alargar os seus direitos nas terras dos “brancos”.

Creio que estou encerrando a minha serie “O mundo podre em que vivemos” com um assunto bem fedorento.

Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL

 
2211
Loading. Please wait...

Fotos popular