Pravda.ru

Notícias » unknown


REMOVER ARAFAT É A SOLUÇÃO PARA O FIM DO CONFLITO?

22.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Segundo Ariel Sharon, com o exílio de Arafat seria o começo da paz e o fim da violência na região.

O premiê de Israel acusa Yasser Arafat de ser o responsável pela onda de violência que atingiu os palestinos e israelenses. Assim, Arafat também é acusado de incitar a violência entre os árabes. Há muito tempo que a direita ultra radical israelense acredita que “remover” Arafat seria o fim do impasse no Oriente Médio. Porém, Yasser Arafat está longe de ser apenas um ícone para os palestinos e o responsável pela violência na região. Arafat, para a maioria dos palestinos, é a própria personificação da resistência palestina e sofrimento do seu povo. Ariel Sharon está equivocado nas suas declarações. O maior obstáculo para a paz na região é o próprio Sharon, e não Arafat. A onda de violência no Oriente Médio é provocada pela política sionista israelense em que uma política da construção dos assentamentos judaicos em territórios que não lhes pertencem, morte de civis, demolição de casas palestinas, nem sempre desocupadas, está incluído na guerra anti-terrorismo que Ariel Sharon diz combater como uma força de paz(?)

Este nazista israelense, além de ser o responsável pela segunda intifada palestina, é uma ameaça a qualquer progresso de paz no Oriente Médio.

Yasser Arafat para Sharon é apenas um empecilho, que o premiê israelense espera “remover” para dar inicio à limpeza étnica na palestina. A remoção de Arafat iria desencadear uma guerra civil entre os palestinos. Ariel Sharon alimenta o ódio, o desespero, a vingança, isso não é nenhuma novidade, sendo o próprio Sharon um homem desprezível, criminoso, cínico, uma ameaça à paz.

Ariel Sharon é um homem da qual a história da humanidade se envergonha por causa dos seus atos repulsivos e assassinos e ainda, quem o apóia é cúmplice da sua política suja e criminosa.

É impressionante, que em pleno século XXI homens como Ariel Sharon têm destaque na política, sendo até seus crimes ignorados pela mídia e relevados pela ONU.

É bom lembrar que o TPI (Tribunal Penal Internacional) em Haia, Holanda, não existe para os criminosos americanos e israelenses.

Até quando homens como Ariel Sharon e George Bush ficarão impunes pelos seus crimes, usando como pretexto da guerra contra o terrorismo?

Michele MATOS PRAVDA.Ru SÃO PAULO BRASIL

 
2521
Loading. Please wait...

Fotos popular