Pravda.ru

Notícias » unknown


Sobre o racismo em Portugal

21.03.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Você trouxe à tona um tema muito importante para ser amplamente descutido e procurar-se soluções junto do Governo Português. Deveras é vergonhoso a situação dos imigrantes em Portugal.

Acredite que é um país onde o trato as pessoas oriundas do continente africano de expressão portuguesa é o pior do que qualquer outro país do mundo. Na Rússia por exemplo alguém de vez em quando chamava negro de nome pelas ruas das grandes cidades, mas esse alguém muitas vezes era bêbado, que tinha seu subconsciente perturbado e por isso merecia nossas desculpas.

Agora em Portugal, país onde a grande maioria da população é notoriamente preguiçosa, que vive preambulando pela cidade e se orgulhando de ser português, que deve todo o tipo de desenvolvimento a estrangeiros e retribuem com ingratidão dirigindo ofensas - esse país é uma vergonha mundial.

Portugueses, viveram e vivem em Angola, Guiné, Cabo-Verde, São Tomé e Príncipe e Moçambique. Faça uma pesquisa e reconheça como são tratados nesses países. Esses países tiveram seus ódios sepultados com o fim da colonização. Muitas pessoas desses países viram pessoas da família a serem fuziladas ou presas pela ex-PIDE (DGS), que era polícia secreta portuguesa. Todos os tipos de maus-tratos foram infringidos aos cidadãos desses países, mas na memória desses cidadãos permanece a imagem do sofrimento embora o coração perdoa.

Agora Timi, acredite que todo o sofrimento que vivem os estrangeiros dos PALOPs em Portugal, se deve única e exclusivamente à falta de uma política decente praticada pelos Governos de países que fazem parte do bloco dos PALOPs. Angola por exemplo com os recursos que detém precisa se humilhar a Portugal expondo a seus cidadãos uma vida tão humilhante quanto a que passam?! Em relação aos outros países o ponto de vista é outro, pois, são países carentes de tudo e os cidadãos apostam na imigração como forma de melhorarem suas condições de vida. Agora vamos analisar algumas pontos que você publicou com referência a Imigrantes. Em Portugal, há uma frase que se usa neste tipo de situação: quem não está bem, muda-se, fruto duma arrogância e estupidez que caracteriza quem a usa. Se há imigrantes em Portugal, há também emigrantes portugueses no estrangeiro e há que lembrar às autoridades que o imigrante não é filho do Diabo, é um ser humano que está a tentar melhorar a sua vida através duma troca honesta: trabalho por dinheiro. Timi é exatamente assim que são tratados. Você não aumentou e nem tirou uma vírgula. Portugueses são um bando de ignorantes! Já basta a exploração e hostilidade com que muitos são recebidos no país que se preza em ser hospitaleiro. "Há aqui pretos?" foi como um amigo meu foi recebido numa aldeia no interior do país. "O quê é que esta puta vem por aí a fazer?" foi como uma amiga angolana foi recebida numa esquadra de polícia quando foi fazer uma reclamação. "Ladrões de merda, vão para a sua terra, seus cabrões", foi a recepção dum grupo de professores e engenheiros da Ucrânia quando entraram num autocarro fretado pela Pravda.Ru para irem visitar pontos de turismo em Lisboa. Hospitaleiro? Se hospitalidade é fazer as pessoas estar em pé durante três horas ao sol arrasador e perder um dia de trabalho para depois perder outro daqui a uns meses, acho bem as autoridades pensarem muito seriamente se queriam que os emigrantes portugueses fossem tratados da mesma maneira. Porém, reina ainda um ódio e desprezo subjacente no atendimento do imigrante em Portugal, com uma arrogância que descreve normalmente a pequenez do indivíduo inadequado, totalmente desajustado para desempenhar funções de relações humanas. Um abraço!

Samuel Vieira

 
3761
Loading. Please wait...

Fotos popular