Pravda.ru

Notícias » unknown


O MUNDO ESTÁ PENSANDO

21.02.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As eleições realizadas em diversos locais do mundo inteiro revelam um nível de consciência acentuado. Os cidadãos rejeitam a mentira e o engodo. Ao mesmo percebem a impunidade perante as atitudes prepotentes dos donos do mundo.

A percepção destes processos é vital para o processo político. Nenhum comando ou nenhuma nação conseguem alterar a direção destas novas forças.

O mundo vive a conseqüência do 11 de setembro. A reação dos norte-americanos prova a insensatez do processo de vingança contra quem quer que seja, inocente ou culpado. Destruíram o Afeganistão em busca do Bin Laden. Destruíram o Iraque suspeitando a existência de armas de destruição em massa.

Ambas as ações acentuam o desequilíbrio, o disparate, o desatino.

Bush, Blair e Aznar ainda acreditam que estão encenando a peça Cavaleiros do Apocalipse. Fingem-se perfeitamente de amantes da liberdade e dos direitos humanos. Tudo isto como se ninguém fosse capaz de perceber a tirania, o despotismo, a injustiça, a maldade.

O povo do Afeganistão não tem importância. O povo do Iraque não tem importância. Só possui importância o cidadão norte-americano e os interesses que cercam os donos do poder.

Abu Ghraib, Guantânamo, Kuwait não têm importância. O exercício de matar iraquianos, afegãos ou qualquer outro povo do mundo é uma brincadeira agradável para os soldados do Tio Sam. Experimentam armamentos sofisticados. Lançam explosivos sem precisar auto-imolar qualquer soldado. Jogam a guerra limpa.

As mães, as crianças, as famílias, os velhos, todos mortos, não têm importância. São arcaicos, ultrapassados, pobres, despreparados. Não sentem como as pessoas modernas devem sentir. Não cultivam os mesmos princípios dos norte-americanos.

A humanidade não tem importância. Importante mesmo é o ouro negro, o poder de subjugar, o comando totalitário, o way life de Bush e Blair.

Os senhores do mundo precisam ser bem vistos pelos olhos do mundo. A mentira utilizada para invadir e ocupar o Iraque foi uma brincadeirinha inocente. Afinal, todo mundo sabe que os mandantes mentem à vontade.

As acusações sobre a Síria, o Irã e a Coréia do Norte estão repletas de verdade. Para Bush e Blair os povos que moram nestes países são demoníacos. Compõem o eixo do mal. Logicamente, o eixo do bem todo mundo sabe que é liderado pelos Estados Unidos da América.

Tais disparidades fazem parte das fantasias que eles querem que o mundo inteiro acredite. Enquanto o senhor Bush se preocupa com a Coréia do Norte que afirmou possuir a bomba atômica, os Estados Unidos desenvolvem a nova geração de armas nucleares, mais precisas, mais mortíferas, mais poderosas, mais destruidoras.

Qualquer arma é um retrocesso. A humanidade merece o direito de conviver sem a necessidade da agressão. Quando dois se desentendem, o caminho é a justiça. Alguém, fora do problema, totalmente isento, deve analisar a discórdia e propor o caminho de entendimento. Este é o alicerce de qualquer democracia livre.

Muitos dizem que tudo não passa de uma grande utopia.

Infelizmente, não temos muita opção: de um lado está o eixo do mal; do outro, o eixo do bem. Escolha com atenção, senão uma bomba pode cair sobre sua cabeça.

Pense bem.

Orquiza, José Roberto escritor workisa@hotmail.com

 
3438
Loading. Please wait...

Fotos popular