Pravda.ru

Notícias » unknown


DINHEIRO COMPRA FELICIDADE

20.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O que diz a noticia? ”De acordo com o estudo, até pequenas quantidades de dinheiro recebidas através de heranças ou loterias podem produzir felicidade duradoura”. Pesquisa publicada no Reino Unido.

A minha TOTAL desaprovação ao fato, que para mim só pode ter partido do “ultimo dos Mohicanos”, só vem dar alento aos que ainda acreditam nessa grande mentira. Em continuação ao artigo, informam que “Os professores Andrew Oswald e Jonathan Gardner, da Universidade de Warwick, no centro da Inglaterra, acompanharam nove mil famílias na última década para estudar se havia uma ligação entre dinheiro inesperado e satisfação.”

Como podemos ver o articulista, que de alguma coisa sobre a matéria conhece nada, declara que satisfação para ele é felicidade.

Reconheço que o dinheiro pode trazer satisfação, mas discordo TOTALMENTE que traga felicidade. Mas...continuemos o artigo: “Vemos um elo forte entre dinheiro aparecendo de repente e uma maior satisfação, melhor estado de espírito no ano seguinte”, disse Oswald, um pesquisador na área de satisfação e performance econômica.

Segundo ele, até mil libras inesperadas (US$ 1 mil) tem efeito de melhorar o contentamento de alguém com a vida.

Um milhão de libras inesperadas então, de acordo com a pesquisa, seriam suficientes para transformar a mais infeliz das pessoas no retrato da felicidade! Poderia escrever livros indicando e provando o equivoco desses pesquisadores.

No momento, gostaria de citar um exemplo, que é do conhecimento de todos os brasileiros e em especial dos capixabas: Maysa Matarazzo Monjardim ficaria feliz com um milhão de libras inesperadas? Ela, que já era infeliz com as dezenas de milhões de libras que possuía! Um canceroso pode se tornar feliz, com um milhão de libras?

Um amante pode se tornar feliz, depois da perda do seu AMOR e o ganho de um milhão de libras? Creio, que querem nos confundir com duas palavras várias vezes repetidas, mas que não têm o mesmo significativo: alegria e felicidade.

O dinheiro é o deus dos materialistas, o sentimento é o DEUS dos espiritualistas. Nada se mistura!

Não creio que a tese apresentada no artigo dos estudiosos britânicos irá valorizar os pobres ricos. Uma vez perguntei ao meu rico tio: quantas vezes meus primos, seus filhos, conversando com seus respectivos cônjuges, não dirão (não por maldade)”quando papai morrer, nós poderemos comprar....”?. Será isso a felicidade?

Em homenagem a Cássia Eller, que conhecia muito mais do assunto do que esses gringos: no telefone com Eugênia Martins ela fez um grito de desespero, “NÃO CONSIGO ME RELACIONAR COM MAIS NINGUEM. SÓ SIRVO PARA GANHAR DINHEIRO”

Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL

 
2882
Loading. Please wait...

Fotos popular