Pravda.ru

Notícias » unknown


O caixa-forte de Lula

14.05.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Para quem ainda tinha dúvidas da traição do companheiro Lula, aí vai a prova final. Basta se dirigir até à agência da Caixa Econômica Federal mais próxima e se informar sobre as novas tarifações e aumentos definidos pelo governo. Para o correntista que depositar um cheque em sua conta na Caixa, ele pagará, a partir do dia 06 de junho deste ano, R$ 0,40, para cada cheque depositado. Só para ter o cartão do banco, cartão de débito, não de crédito, pagará a partir da mesma data o valor de R$ 3,00 mensais, a título de manutenção. Para a remessa de talão via correio, que até então era isenta de cobrança, o correntista desembolsará R$ 3,50.

Quando Lula falou para os brasileiros levantarem seus traseiros, ele estava mesmo era de olho no bolso deles, pois assim poderia enfiar a mão e retirar mais um pouquinho.

E o crime contra o trabalhador não para aí, as tarifas do banco do governo, da Caixa, sofreram aumento substancial depois da fala do caótico presidente. Para cada cheque que o correntista da Caixa emitir inferior ao valor de R$ 35,00, ele pagará R$ 0,50. Isso não é tarifa, é achaque institucionalizado. Para o cheque que for emitido sem fundos, o correntista desembolsará R$ 14,00. Antes, esta cobrança era de R$ 10,00. Para a manutenção da conta corrente, conta simples, a tarifa que era de R$ 1,50, passou para R$ 3,00. O segundo extrato mensal que era de R0,90, passou para R$ 1,30. O DOC, feito pela internet, passou de R$5,00, para R$6,00 e o feito na agência de R$ 10,00 para R$ 12,00. Os aumentos nas tarifas bancárias da Caixa não param aí e vão todas entrar em vigor a partir do dia seis do próximo mês, empobrecendo ainda mais o trabalhador brasileiro, que, muitas vezes, é obrigado manter sua conta no banco do governo.

O que é de se estranhar é que a Caixa Econômica Federal era para ser um banco voltado para o social, para a prestação de serviço, para o desenvolvimento da Nação, atendendo à faixa da população menos favorecida. A Caixa é um bem público, não deveria nunca visar o lucro, a tarifação extorsiva sobre a população de baixa renda, sua clientela maior. Agora, como recomendou Lula, onde, em qual banco, o brasileiro vai encontrar tarifas mais baratas para depositar o seu mísero dinheirinho?

O pior disso tudo é o abono moral do governo Lula aos bancos privados, pois se um banco do governo, voltado para o social, pratica e cria novas taxas, eles então poderão aumentar e criar novas, pois estão assim seguindo o mesmo caminho determinado pelo governo Federal.

Se lembrarmos que o PT foi fundado por trabalhadores, estudantes e intelectuais, para protestar contra os desmandos dos outros governos, quero agora saber onde eles estão, pois, até agora, nenhum deles protestou contra nada disso.

Petrônio Souza Gonçalves jornalista e escritor

belooriente@cidademais.com.br

 
2928
Loading. Please wait...

Fotos popular