Pravda.ru

Notícias » unknown


LEI DE ALERTA MÁXIMO

14.03.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Blair conseguiu justificar legalmente seus atos de exceção.

A lei para combater os terroristas é ao mesmo tempo uma lei de alerta máximo. Já existe nos Estados Unidos. Ultrapassa o princípio de defesa de cada cidadão, sua liberdade de pensamento. Fere profundamente a democracia e a cidadania.

Bush e Blair devem estar pensando em leis que justifiquem as torturas praticadas, as ações secretas de seus espiões internacionais, as invasões aos povos fracos e desprotegidos, a produção de armas de destruição em massa e por aí afora.

Seriam recomendáveis sessões de análise comportamental. Ou sessões de análises de interesses escusos.

O estado é a representação política de um povo. Sempre predomina a visão macro. Ou seja, o planeta terra é a mais alta instância da humanidade. Está acima de qualquer país. Simplesmente porque os países integram o todo.

Não é assim que pensam os norte-americanos e alguns estadistas preocupados exclusivamente com o jogo da defesa do auto-interesse.

O mundo é testemunha da terrível hipocrisia bushiniana. Utilizou toda sua retórica para garantir que o povo iraquiano receberia os soldados norte-americanos como os seus grandes salvadores.

Imagine um cidadão que invada sua casa, mate sua família, acabe com todos os seus bens e pertences, e depois acaricia suas costas na esperança que você o considere com seu salvador.

A hipocrisia praticada fere a lógica, a ética, a decência, os princípios, os valores.

As pesquisas de opinião realizadas no mundo inteiro são transparentes: os povos têm muito mais medo dos donos do poder que dos terroristas.

Os terroristas lutam por uma causa de vida. E por esta crença se auto-imolam. O modo de agir não é civilizado, maduro, equilibrado. Este tipo de resposta comportamental mostra o espaço que o mais forte permite ao mais fraco.

Analise a inteligência da política norte-americana em relação à Coréia do Norte e ao Irã. Pratica o jogo da afronta e ameaça. Defende o enfraquecimento como garantia de liberdade. Em resumo: não desenvolva a bomba atômica. Em troca os norte-americanos garantem o desenvolvimento destes povos.

Até que ponto se pode confiar na hipocrisia norte-americana?

Até que ponto Bush e Blair estão preocupados como o exercício da humanidade, da cidadania, do respeito e valorização ao ser humano?

Até que ponto Bush e Blair estão preocupados com o dinheiro da indústria bélica, o dinheiro da indústria da energia, o dinheiro da indústria do poder?

A luz do alerta máximo está acesa.

Quando o estado de qualquer povo pode prender qualquer cidadão, de qualquer nacionalidade, sob mera suspeição, e a partir deste pressuposto, controlar a vida, o pensamento e as atitudes de quem quer que seja, acabou a democracia, a liberdade, a garantia de individualidade.

Simplesmente Bush e Blair se apossaram da justiça. São impunes. Estão acima de todas as leis e todas as civilizações.

Seus povos aceitam tais imposições sem reagir ou são obrigados a engolir o poder máximo?

Definitivamente, o planeta terra não aceita as barbaridades cometidas por estes senhores. Eles sabem disto. Morrem de tanto rir da cara do mundo. Somos loucos.

Orquiza, José Roberto escritor workisa@hotmail.com

 
3438
Loading. Please wait...

Fotos popular