Pravda.ru

Notícias » unknown


Como é a língua russa?

13.07.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Olá, caro Timothy, Seu internauta Helder de Goiânia, mais uma vez lhe escrevo, lhe incomodando. Mas como já deve saber tenho muita curiosidade e gosto muito de informações sobre o passado recente da Rússia, hoje gostaria de explorar caso seja possível mais uma vez vocês. Só que desta vez é bem mais simples, gostaria apenas de saber sobre a língua russa, sua escrita, e alguma coisa da gramática e também se a pronúncia é muito complicada, além disso, gostaria de uma pequena comparação com o português. Caro Thimothy, agradeço imensamente todas as vezes que responde as minha indagações. Muito obrigado.

Atenciosamente,

Helder Paulo - Goiânia-GO

Helder,

agradeço seu interesse e posso dizer que muito francamente nunca me incomoda, antes me satisfaz com a sua curiosidade e desejo de se cultivar. Tomara eu que todos fossem assim!

A língua russa não é difícil mas é complexo. Como todas as línguas, não é uma questão de inteligência aprendê-la, mas antes uma questão de práctica.

Digo isso porque à primeira vista, é chocante...aquelas letras ao contrário, aqueles símbolos...caramba! A primeira barreira a ultrapassar é o alfabeto, que deve levar uns 30 minutos.

Há 33 letras, duas dos quais não pronunciados, tipo acentos. Dos restantes, são iguais ao português as seguintes letras:

A E K M O T

Há uma letra parecida ao B, o D russo não é muito diferente, o ë é proninciado "yo", o N ao contrário é "i" e o H é "n", o R ao contrário é "ya", o P é "r" e o C é "s" ...CCCP = SSSR Soyuz Sovietski Sotsialisticheskiy Respublik.

Já temos metade do alfabeto.

A estrutura gramatical é completa, havendo seis casos para os substantivos: Nominativo (sujeito), Accusativo (complemento), Genitivo (posse), Dativo (a quem), Instrumental (como) e Prepositional (acerca de quê).

As terminações dos substantivos têm de obedecer estas regras e as terminações são diferentes no plural.

Há 8 prinomes pessoais: ya (eu) Ty (tu) on (ele) ona (ela) ono (coisas ou animais), my (nós), vy (você/s) oni (eles, elas)

Um verbo típico da primeira declinação seria chitat' (ler)

Ya chitayu ty chitaesh on, ona, ono chitaet my chitaem vy chitaete oni chitayut

No passado:

ya, ti chital (masc) chitala (fem) on chitala ona chitala ono chitalo my, vy, oni chitali

Futuro:

Ya budu chitat' ty budesh chitat' on, ona, ono budet chitat' my budem chitat' vy budete chitat' oni budut chitat'

Na segunda declinação as terminações são quase iguais.

Os adjectivos têm de obedecer as mesmas regras que os substantivos. Por isso há que compreender o sistema dos casos (como Latim) e uma vez compreendido, é simplesmente aplicar as regras.

Por exemplo, para fazer uma caipirinha, tem de preparar o gelo e o limão, colocar no copo, abrir a garrafa, colocar a cachaça e depois levar o copo à boca e começar a engolir.

É uma questão de seguir os processos. Como qualquer exercício práctico (que a aprendizagem duma língua sempre é) tem de praticar.

Ler em voz alta, ler tudo o que pode, fazer cópias, ler, ler, ler, sempre em voz alta. Se fizer isso três vezes por dia durante 15 minutos, todos os dias (de manhã, ao meio dia e à noite) vai ganhar bastabnte fluência e fixa vocabulário e estruturas gramaticais naturalmente.

Agora, tem de encontrar um livro (há milhares) e um professor. Há muitos centros culturais no Brasil onde se pode aprender russo.

Boa sorte!! Timothy

 
3668
Loading. Please wait...

Fotos popular